Últimas Notícias > Colunistas > Armando Burd > Sem acessório para esconder  

Mesmo diante da crise, setor de shopping center tem muito a comemorar no RS

Charles Krell (E) e Marcelo Borba (C) com Paulo Sérgio Pinto (D), durante visita dos empresários à Rede Pampa na manhã desta quarta-feiura (16). (Foto: divulgação)

Mesmo diante da crise, o setor de shopping center tem muito a comemorar no RS. A Decathlon, especializada em esportes, acaba de inaugurar sua segunda loja no Estado e a primeira em shopping no País, ocupando uma área de três mil metros no Praia de Belas Shopping, ofertando experiência ao consumidor ao oferecer 65 modalidades esportivas diferentes, com espaço para teste de muitas delas.

Outra novidade do Praia de Belas é uma megastore voltada ao público infantil, a Alô Bebê, que vem a ser “o principal varejista do Brasil no segmento”, como defende Marcelo Borba, gerente-geral do Praia de Belas Shopping. “Esta será a primeira loja no RS e abrirá suas portas em junho”, diz ele. Mas não fica nisso, na área da gastronomia, o restaurante Madero também estará chegando ao Praia de Belas, a partir de julho, com capacidade para 200 lugares. Também em julho, a Cobase, outra megastore voltada ao segmento de animais de pequeno porte, estará operando em uma área de mil metros quadrados, disponibilizando rações e serviços aos consumidores.

Na visão do gerente-geral do estabelecimento, estas inaugurações demonstram a confiança do investidor e a melhora do quadro econômico como um todo, além do fortalecimento da economia do Estado. Hoje, o Praia de Belas conta com250 lojas e, como atesta Marcelo Borba, a chegada de varejistas de porte é relevante para demonstrar a força do Praia de Belas e do Rio Grande do Sul neste cenário.

Em Porto Alegre, além do Praia de Belas, o Iguatemi é administrado pela Iguatemi Empresas de Shopping Centers SA. São 17 estabelecimentos no País, sob o guarda-chuva da empresa, representando cerca de 5 mil empregos diretos e indiretos, fora lojistas e suas equipes, que chegam a cerca de 50 mil colaboradores.

O vice-presidente de operações da Iguatemi Empresas de Shopping Center é Charles Krell, que mesmo sediado em São Paulo, exibe uma agenda que inclui visitas aos estabelecimentos, permanentemente. Em Porto Alegre, ele apresentou sua visão de otimismo mesmo frente ao quadro econômico. “Os shoppings representam a boca do consumo. Estamos querendo sair de uma situação de 14 milhões de desempregados no País e pessoas sem renda fixa pois desde o ano passado, passamos a ver uma maior estabilização e um leve aclive de confiança por parte do consumidor. No entanto, nosso anseio era de que este processo seria mais rápido do que está sendo e estamos torcendo para a evolução política, capaz de gerar mudanças positivas no setor. Temos crença nas instituições.Confiança e psicologia sobre o todo é crucial para o varejo”, diz ele.

Em 2017, o setor cresceu no Brasil 4,5%, enquanto o Grupo Iguatemi Empresas de Shopping Center obteve um crescimento entre 2 e 2,5% , “o que é muito bom”, como atesta o vice-presidente. O Grupo opera “com prudência na definição de despesas e receitas” e os investimentos seguem nesta linha. “Temos visão de longo prazo e o exemplo está na expansão do Praia de Belas, além do Iguatemi Porto Alegre, que cresceu no último ano 20%” finaliza Charles Krell.

Deixe seu comentário: