Últimas Notícias > Notícias > A segurança pública e a violência escolar estão em debate na Câmara de Vereadores de Porto Alegre

Ministros serão exonerados para votarem como deputados na reforma da Previdência

Ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, pode ser um dos exonerados do cargo para votação da reforma da Previdência. (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O porta-voz do governo, Otávio Rêgo Barros, afirmou, nesta segunda-feira (8), que os ministros de Estado que têm mandato na Câmara dos Deputados serão temporariamente exonerados para votar a proposta de reforma da Previdência. A ideia é garantir os 308 votos necessários para aprovar a medida que está em tramitação. A expectativa é de que as exonerações sejam publicadas nesta quarta-feira (10), provável data para análise do texto pelos parlamentares no plenário. Depois da votação, na quinta (11), os ministros já devem ser reconduzidos aos seus cargos.

Devem ser exonerados do cargo Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tereza Cristina (Agricultura), Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) e Osmar Terra (Cidadania). Entretanto, o porta-voz do governo não chegou a informar se os quatro ministros sairão dos cargos para realizar a votação.

Rêgo Barros afirmou ainda que o presidente Bolsonaro não deve alterar sua agenda por conta da reforma da Previdência, mas, como de costume, estará de portas abertas aos parlamentares ao longo da semana.

Deixe seu comentário: