Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Bolsonaro vai manter os saques do FGTS, apesar da preocupação de empresários

MPF pede para Justiça de Brasília tornar Michel Temer réu por inquérito sobre decreto dos portos

Defesa do ex-presidente nega irregularidades. (Foto: Alan Santos/PR)

Nesta segunda-feira (15), o Ministério Público Federal no Distrito Federal pediu à Justiça Federal de Brasília que aceite a denúncia contra o ex-presidente Michel Temer e o transforme em réu no inquérito que investiga o decreto dos portos.

Temer foi denunciado pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em 19 de dezembro do ano passado. Em janeiro, o caso foi enviado para a primeira instância da Justiça porque o ex-presidente perdeu o direito ao chamado foro privilegiado.

Quando a denúncia foi apresentada, Temer afirmou em nota que provará, nos autos judiciais, que “não houve nenhuma irregularidade no decreto dos portos, nem benefício ilícito a nenhuma empresa.”

O inquérito foi aberto em setembro de 2017 e tem como base as delações premiadas de executivos do grupo J&F.

Michel Temer é acusado por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, além de integrar um suposto esquema para favorecer empresas específicas na edição do decreto dos portos.

A defesa do ex-presidente sempre negou irregularidades.

Deixe seu comentário: