Últimas Notícias > Colunistas > TRF, Lula e Moro

Na véspera do embarque para o Mundial de clubes, o Grêmio foi homenageado pela Assembleia Legislativa gaúcha

Depois do governo do Estado, foi a vez do Parlamento gaúcho entregar placa alusiva à conquista tricolor. (Foto: Wilson Cardoso)

O tricampeonato na Libertadores da América pelo Grêmio foi tema de uma sessão plenária especial nessa terça-feira na Assembleia Legislativa. A homenagem, proposta pelo deputado estadual Gilmar Sossella (líder da bancada do PDT), contou com a presença do presidente do clube, Romildo Bolzan, de outros integrantes da diretoria e dos jogadores Kannemann, Léo Moura e Bruno Cortez, além de torcedores do Tricolor gaúcho.

Em sua manifestação, o parlamentar destacou a paixão mundial pelo futebol como uma força que arrasta multidões e que muitas vezes é incompreendida. “Esse é um sentimento que faz a gente amar cada jogador como se fosse da família, que faz confiar, respeitar, mas também chorar, lamentar e esperar. Faz a gente rodar quilômetros, atravessar fronteiras e cometer as mais variadas loucuras só para ver o nosso time jogar”, destacou.

Conselheiro e torcedor do Grêmio, Sossella também ressaltou ações em prol do clube e do futebol gaúcho no Parlamento gaúcho – dentre elas, a viabilização de parcerias com projetos sociais de municípios como Ernestina e Alegrete, o auxílio na negociação entre o Grêmio e o Banco do Brasil para a compra da gestão da Arena pelo clube e a busca pela solução do trânsito problemático no entorno da Arena, no bairro Humaitá (Zona Norte).

Na avaliação do deputado, a recompensa pela campanha tricolor neste ano vai muito além da conquista do tricampeonato continental (1983-1995-2017). O clube saltou dos 64 mil sócios para quase 100 mil neste ano, segundo informações da assessoria de imprensa do Grêmio. Sossella também valorizou as ações sociais desenvolvidas pelo Grêmio, principalmente por meio do Departamento de Responsabilidade Social do clube e do Instituto Geração Tricolor.

Durante o discurso, Sossella citou a importância da capacidade de gestão do presidente Romildo que, juntamente com o Conselho Administrativo, devolveu ao Tricolor gaúcho o seu lugar de destaque entre os grandes campeões. Além disso, elogiou jogadores e o treinador Renato Portaluppi por seus desempenhos, e citou o trabalho indispensável de toda a delegação que fez parte da conquista.

“Acima de tudo, a nossa homenagem e o nosso agradecimento a cada torcedor que fez parte do exército gremista. A torcida é e sempre será a alma de nosso time. É quem contribui, diariamente, para levar o amor tricolor a todos os cantos do planeta”, completou, antes de entregar uma placa do Legislativo em homenagem ao Grêmio.

O presidente do Grêmio, por sua vez, enalteceu o valor do reconhecimento ao clube por parte de uma instituição com a representatividade popular da Assembleia Legislativa. “Aqui se expressa uma síntese importante da representatividade gaúcha, com seus seus valores, compromissos, gestos e atitudes”, destacou Romildo Bolzan. “E a gente fica muito honrado de receber aqui dos deputados este reconhecimento.”

Em apartes, também se manifestaram os deputados estaduais João Fischer (PP), Ciro Simoni (PDT), Lucas Redecker (PSDB), Pedro Ruas (PSol), Any Ortiz (PPS), Valdeci Oliveira (PT), Liziane Bayer (PSB), Manuela D Ávila (PCdoB), Missionário Volnei, Aloísio Classmann (PTB) e Ibsen Pinheiro (PMDB), este último com uma trajetória intimamente ligada à história do arquival Inter. Na terça-feira, o clube já havia recebido uma homenagem do governo do Estado no Palácio Piratini.

Embarque

A cerimônia na Assembleia Legislativa ocorreu na véspera do embarque da delegação tricolor para os Emirados Árabes, onde o clube disputará o Mundial de clubes da Fifa (Federação Internacional de Futebol), ao lado de times como Real Madrid (Espanha), Pachuca (México), Wydad Casabanca (Marrocos), Al-Jazira (Emirados), Auckland City (Nova Zelândia) e Urawa Red Diamonds (Japão).

Nessa terça-feira, a equipe realizou o seu último treino técnico do ano na Arena. O trabalho – aberto à imprensa – contou com as presenças de Maicon e Pedro Geromel, que participaram sem qualquer restrição. Em campo reduzido, três equipes se revezaram e a única ausência foi a de Ramiro, submetido a exercícios de manutenção na academia do centro de treinamentos Luiz Carvalho.

Mesmo sem condições legais de atuar no torneio (devido à suas contratações após o fechamento da janela internacional de transferências), Cristian e Cícero treinaram e estarão na comitiva, de forma similar ao que ocorreu na finalíssima da Libertadores, quando atletas como Douglas (lesionado) e Kannemann (suspenso) acompanharam a delegação até Buenos Aires.

A chegada dos dirigentes, comissão técnica e jogadores ao Aeroporto Salgado Filho está marcada para as 10h, com entrada elo Portão 8, na avenida Sertório, o mesmo pelo qual a delegação desembarcou da viagem de volta da Argentina, na semana passada. O grupo tricolor será dividido em dois diferentes voos rumo à Europa, a fim de que todos possam ser acomodados na classe executiva.

Deixe seu comentário: