Últimas Notícias > Capa – Destaques > Em partida equilibrada fora de casa, o Grêmio empatou em 0 a 0 com o Corinthians pelo Brasileirão

A Nasa descobre 10 novos planetas fora do sistema solar que podem abrigar vida

Foram descobertos 219 planetas no total. (Foto: Nasa)

A Nasa divulgou, nesta segunda-feira (19), uma lista de 219 novos candidatos a planeta descobertos pelo telescópio espacial Kepler. Dez deles têm tamanhos parecidos com a Terra e orbitam as zonas habitáveis de suas estrelas.

O telescópio espacial Kepler busca por planetas em nossa galáxia ao detectar pequenas oscilações no brilho das estrelas que ocorrem quando um planeta passa em frente a ela.

Segundo a agência espacial americana, este é o catálogo mais detalhado dos candidatos a planetas identificados nos primeiros quatro anos de coleta de dados pelo Kepler. Ao todo, 4.034 candidatos a planeta já foram identificados pelo Kepler, dos quais 2.335 foram confirmados como exoplanetas.

“O conjunto de dados do Kepler é único, pois só ele contêm uma população desses análogos da Terra – planetas com quase o mesmo tamanho e que têm órbitas parecidas com a da Terra”, diz Mario Perez, cientista do programa Kepler na Divisão de Astrofísica da Nasa. “Entender sua frequência na galácia vai ajudar no planejamento de futuras missões da nasa para procurar diretamente outra Terra.”

“Esse catálogo cuidadosamente elaborado é o fundamento para responder de forma direta uma das perguntas mais cativantes da astronomia: quantos planetas como a nossa Terra existem na galáxia?”, diz a cientista Susan Thompson, pesquisadora do projeto Kepler e principal autora do estudo que resultou no catálogo.

Descobertas somam conhecimento

A descoberta de um sistema solar com sete planetas de tamanhos semelhantes ao da Terra em fevereiro soma-se agora às informações do último boletim da Nasa. O sistema estaria localizado em zona habitável, em condições climáticas adequadas, com estruturas rochosas e a possibilidade de conservar água em estado líquido em sua superfície.

Os resultados foram divulgados, na época, em entrevista coletiva na sede da agência, em Washington, e publicados na revista Nature. A descoberta estabelece um novo recorde no número de planetas, em zonas habitáveis, encontrados em torno de uma única estrela fora do nosso sistema solar.

O sistema de planetas batizado de Trappist-1 está localizado a cerca de 40 anos-luz (378 trilhões de quilômetros) da Terra, na Constelação de Aquário. Por estarem fora do nosso sistema solar, são conhecidos cientificamente como exoplanetas. De acordo a Nasa, a revelação pode ser uma peça importante no quebra-cabeças da busca por lugares habitáveis no universo.

“Nós temos descoberto muitos exoplanetas, que são planetas em outros sistemas solares, e a grande novidade dessa descoberta é que são planetas do tamanho da Terra, que estão orbitando uma estrela a 40 anos luz daqui. Pode ser que tenha água nesses planetas, e, se tiverem, sendo do tamanho da Terra, pode ser que sejam habitáveis, mas ainda há muito o que descobrir”, disse Rosaly Lopes, cientista no Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa e gerente de Ciência Planetária, em Pasadena, Califórnia. (AG)

Deixe seu comentário: