Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Uma força-tarefa fiscalizará a utilização irregular de um herbicida no Rio Grande do Sul

Novidade do WhatsApp que diminuirá irritação com os grupos reaparece em teste

Em breve, ficará mais difícil ser adicionado para grupos em que você não quer entrar. (Foto: Reprodução de internet)

Uma versão de testes do WhatsApp, lançada nesta semana, mostrou mais detalhes de uma nova função do aplicativo que poderá diminuir bastante sua irritação com grupos. Em breve, ficará mais difícil ser adicionado para grupos em que você não quer entrar.

De acordo com o site WABetaInfo, que costuma antecipar informações do mensageiro com grande taxa de acerto, o novo recurso está sendo testado tanto para Android quanto iOS. Esse novo recurso será chamado de “Group Privacy Blacklist” (algo como “lista restrita de privacidade de grupos”).

A função tem sido trabalhada já há algumas versões beta do aplicativo e é provável que não demore a chegar aos smartphones. A intenção é lançar a ferramenta sem que haja bugs ou defeitos em sua utilização.

Como funcionará

O recurso estará dentro de uma nova aba de privacidade de grupos, nos ajustes do app. Ao configurar esses ajustes, será possível escolher quem pode te adicionar a grupos.

Na versão mais recente de teste, o WhatsApp criou a possibilidade de adicionar uma lista restrita de pessoas que podem te adicionar. O usuário poderá marcar uma dessas opções para o ajuste “quem pode me adicionar a grupos”: Todos; Meus contatos; Meus contatos, exceto.

Nesta última função você libera contatos a te adicionarem a grupos, mas pode escolher alguns que serão barrados. Em uma versão anterior de testes havia a presença do “ninguém” nesta lista, mas aparentemente o WhatsApp removeu essa opção.

Quando você ativar isso, não será mais possível ser adicionado automaticamente a grupos – algo irritante que acontece com muita gente. Em vez disso, você receberá uma mensagem privada avisando de que um administrador tentou te adicionar a um grupo – e, aí sim, poderá aceitar entrar ou não em um prazo de 72 horas.

Quando chega?

O WhatsApp informou em abril que esse recurso começaria a chegar a todos os usuários em semanas, mas até agora isso não se confirmou. Segundo o WABetaInfo, o aplicativo liberou esse recurso parcialmente para usuários da Índia. Não foi possível ainda achar o recurso em um iPhone e um Android testados por Tilt, por exemplo.