Últimas Notícias > Notícias > A Microsoft admite que funcionários também escutavam áudios do Skype e da Cortana

Ator Daniel Craig sofre lesão durante gravação do filme de James Bond. Ele escorregou e machucou o tornozelo

"Bond 25" será o último filme de Craig como James Bond. (Foto: Reprodução)

O ator Daniel Craig, que volta ao papel de James Bond no filme Bond 25, sofreu outra lesão durante as gravações do longa-metragem, informou o site Page Six. Aos 51 anos, Craig estava filmando uma cena de ação na Jamaica quando lesionou o tornozelo.

Por conta do incidente, a produção do filme atrasou novamente. “Desta vez, ele escorregou em uma doca”, disse uma fonte. A pessoa acrescentou que, felizmente, “não é tão sério”, e as filmagens só foram adiadas por “um dia ou dois”.

Craig já se machucou algumas vezes nas gravações dos filmes 007. Em Casino Royale, ele teve dois dentes nocauteados, cortou a ponta de um dedo em Quantum of Solace e machucou o joelho durante Spectre.

Bond 25 tem previsão de estreia para 8 de abril de 2020.

Mulher

Quem pensa em James Bond, automaticamente pensa em Daniel Craig. O ator, no entanto, apesar de ter sido confirmado para mais um filme da saga 007, acredita que uma mulher poderia substituí-lo em futuras sequências, quando ele decidir deixar a franquia.

“Eu acho que todo mundo deveria ser considerado. Inclusive mulheres e afroamericanos. Devem existir bons papéis, de qualquer forma, em todo o cenário”, disse ele ao The Mirror recentemente.

O ator também comentou na entrevista que o personagem, reconhecido como agente secreto mulherengo, poderia ser retratado de forma diferente em filmes futuros, citando mudanças nas atitudes sociais.

A fala do ator acontece após a ex-Bond Girl, Madeline Smith, dizer que também acha que o personagem poderia um dia ser interpretado por uma mulher. “Eu não vejo nenhuma razão para que uma mulher, uma senhora, uma garota não possa interpretar o personagem de James Bond”, disse, acrescentando: “Eu não defendo necessariamente ter uma mulher… mas os tempos mudaram. As mulheres desempenham um papel muito maior agora”, concluiu.

As falas de Daniel e Madeline vão contra ao que acredita Barbara Broccoli, produtora da trama, que recentemente fez questão de colocar um ponto final nos rumores de que o sucessor de Daniel Craig no papel poderia ser uma mulher. “Eu sempre sinto que Bond é um personagem masculino, isso é apenas um fato”, disse ela.

Em recente entrevista ao programa Good Morning Britain, Barbara que é filha de Albert Broccoli, o famoso produtor que comprou os direitos dos livros de Ian Fleming para o cinema, explicou que acha que apenas mudar o gênero do espião seria um truque. “Nós temos que fazer filmes sobre mulheres e histórias femininas, mas temos que criar personagens femininos e não fazer um truque”, disparou.

Deixe seu comentário: