Últimas Notícias > Esporte > Futebol > Inter > O Inter voltou a treinar com foco no terceiro duelo seguido com o Novo Hamburgo

O ator Kevin Spacey foi detido em aeroporto de Washington

Ator foi advertido por excesso de velocidade. (Foto: Reprodução)

O ator norte-americano Kevin Spacey foi detido na terça-feira (8) por dirigir em velocidade acima da permitida no estacionamento do Aeroporto Nacional de Washington, nos Estados Unidos.

Ele havia acabado de voltar da cidade de Nantucket, em Massachussets, onde participou da primeira audiência sobre o caso em que é acusado de abuso sexual a um adolescente em 2016.

Spacey foi advertido verbalmente e não teve de pagar multa, segundo o porta-voz da Autoridade Metropolitana de Aeroportos de Washington, Christian Saull.

Na audiência de terça, o ator se declarou inocente das acusações. Uma nova sessão judicial, na qual não precisa comparecer, mas deve estar disponível para contatos por telefone, será realizada no próximo dia 4 de março. O ex-astro de “House of Cards” deverá permanecer afastado do jovem e de sua família no período. Se condenado, Spacey pode ter de ficar até cinco anos na prisão.

Vencedor do Oscar com o filme “Beleza Americana”, o ator foi denunciado em novembro de 2017 por uma ex-âncora de TV americana, Heather Unruh, por supostamente ter agredido sexualmente seu filho, o ator Anthony Rapp, durante uma festa em um bar. Quando a acusação veio à tona, Spacey se assumiu pela primeira vez como homossexual e disse que, “caso tenha se comportado como o descrito”, pedia “sinceras desculpas” a Rapp.

Esta é apenas uma das acusações contra Spacey que surgiram desde o final de 2017. O ator foi acusado formalmente e a partir de agora será julgado. Ele diz ser inocente.

Na Inglaterra, por exemplo, a polícia local apura diversos depoimentos de homens que trabalharam com ele no Teatro Old Vic e o acusam de comportamento inapropriado durante o período em que foi diretor artístico da companhia.

As polêmicas causaram sua demissão da série “House of Cards”, da Netflix. Na véspera do Natal, o astro chegou a publicar no YouTube um vídeo no qual aparece interpretando Frank Underwood e faz um monólogo para lá de ambíguo, por servir tanto para seu personagem como para a própria vida pessoal.

“Eu sei o que vocês querem. Vocês me querem de volta. Claro que alguns acreditaram em tudo e queriam muito me fazer confessar que tudo o que eles disseram é verdade e eu tive o que mereci. Mas você não acreditaria no pior sem evidências, acreditaria? Não partiria para o julgamento sem fatos, partiria?”, diz.

Irmão

Randy Fowler, irmão de Kevin Spacey, voltou a falar sobre os abusos que ambos sofreram na infância, por parte do pai deles. Em entrevista ao podcast The Drew and Mike, reproduzido pelo site TMZ, Fowler foi mais incisivo do que nunca: “Eu sei exatamente quem Kevin Spacey é. Ele é como meu pai, o monstro”, declarou.

Desde que as acusações de assédio sexual contra Spacey, que começaram a vir à tona em 2017, o irmão menos famoso deu diversas declarações narrando a rotina de violência que ambos vivenciaram quando crianças. “Os abusos aconteciam duas ou três vezes por semana e eu achei que tinha protegido o Kevin dele, mas desde o surgimento dessas alegações contra ele eu passei a suspeitar que ele também tenha sido abusado. Como ele não fala comigo, eu provavelmente jamais saberei”, havia declarado Fowler ao tabloide britânico The Sun, em janeiro do ano passado.

 

Deixe seu comentário: