Últimas Notícias > Atividades Empresariais > Cidades do Rio Grande do Sul recebem sessões gratuitas de cinema pelo circuito Cinesolar da CPFL

O cineasta Francis Ford Coppola chamou filmes da Marvel de “desprezíveis”

"Martin foi bondoso quando disse que não é cinema. Ele não disse que é desprezível, o que eu acredito que seja", afirmou. (Foto: Reprodução)

No início do mês, o aclamado diretor Martin Scorsese gerou polêmica após expressar a própria opinião a respeito dos filmes de super-heróis da Marvel Studios, como Vingadores: Ultimato. “Não são cinema de verdade”, disse o diretor.

O ator Robert DeNiro, que está na nova produção The Irishman ao lado de Scorsese, concordou com a declaração e agora Francis Ford Coppola, além de criticar as produções do estúdio, disse que elas são “desprezíveis”.

Em uma entrevista publicada pelo site norte-americano Yahoo, Coppola declarou que Scorsese “pegou leve” ao dizer que a Marvel não faz cinema.

“Martin foi bondoso quando disse que não é cinema. Ele não disse que é desprezível, o que eu acredito que seja”, afirmou.

O cineasta responsável pela icônica trilogia O Poderoso Chefão defende a opinião de que o cinema deveria passar conhecimento para as pessoas.

“Quando Martin Scorsese diz que os filmes da Marvel não são cinema, ele está certo porque esperamos aprender algo com cinema, esperamos ganhar alguma coisa, algum conhecimento, inspiração”.

Por outro lado, vários atores do Universo Cinematográfico da Marvel expressaram reações aos primeiros comentários de Scorsese publicamente. Entre eles, Robert Downey Jr.,Samuel L.Jackson, Karen Gillan. Todos disseram estar tristes e lamentam o julgamento do cineasta.

No início de outubro, Scorsese disse que os filmes da Marvel “não são cinema” ao analisar o sucesso recente dos longas feitos pela produtora.

“Eu não vejo (os filmes). Eu tentei, sabe? Mas aquilo não é cinema. Honestamente, o mais próximo que consigo pensar deles, por mais bem-feitos que sejam, com os atores fazendo o melhor que podem sob as circunstâncias, são os parques temáticos. Não é o cinema de seres humanos tentando transmitir experiências emocionais e psicológicas a outro ser humano”, criticou o diretor.

Natalie Portman

Natalie Portman se juntou ao time de artistas que saíram em defesa da Marvel após o diretor Martin Scorsese afirmar que os filmes do estúdio “não são cinema”.

A atriz, que reprisará seu papel como Jane Foster em Thor: Love and Thunder disse em entrevista á revista “The Hollywood Reporter” que “há espaço para todos os tipos de cinema”. “Não existe só um jeito de fazer arte”, comentou.

Portman ainda afirmou que filmes baseados em quadrinhos ajudam os espectadores a relaxar no dia a dia. “Acho que os filmes da Marvel são tão populares porque eles são muito divertidos e as pessoas querem se entreter quando têm um momento especial depois do trabalho, depois de lidar com as dificuldades da vida real”.