Últimas Notícias > Colunistas > MP da Liberdade Econômica quer aliviar a vida do empreendedor

O dono do Patriots, time do marido da modelo Gisele Bündchen, Tom Brady, é investigado sobre rede de prostituição

Kraft aparece em imagens de vídeo em casa de massagens também acusada de tráfico humano. (Foto: Reprodução)

Robert Kraft, dono do New England Patriots — time de Tom Brady, marido da modelo Gisele Bündchen — , foi acusado nesta sexta-feira (22) de solicitação de prostituição, prática que é considerada crime no Estado da Flórida, onde o caso foi registrado.

As acusações contra Kraft, de 77 anos, fazem parte de uma investigação maior de prostituição e tráfico humano em spas e casas de massagem na Flórida. Segundo a polícia, os locais eram usados para prostituição.

O dono do Patriots teria feito “duas visitas distintas” ao spa Orchids of Asia, na cidade de Jupiter, Flórida, de acordo com Daniel Kerr, chefe da polícia. “Foram apresentadas acusações, mas ele não foi preso”, disse, por sua vez, Kristin Rightler, porta-voz da polícia.

Ao menos uma pessoa, Lanyun Ma, de 49, foi acusada de tráfico humano, e vários homens, com idades entre 34 e 81 anos, foram presos.

A investigação durou pelo menos seis meses. Todos os encontros sexuais foram gravados em vídeos, segundo a polícia. As evidências envolvendo Kraft incluem um registro dele em uma sala do spa recebendo “atos” pelos quais pagou e outro em que ele é levado por um motorista até o local.

Agentes envolvidos na operação usaram câmeras escondidas no corpo, e também ficaram responsáveis por vigiar os estabelecimentos, afirmou Kerr. Os policiais analisaram as resenhas na internet deixadas por clientes, muitas delas com gírias para sexo disponível para homens.

Depois de uma vigilância de 24 horas em novembro, eles perceberam que só clientes masculinos entravam no spa, apesar de os serviços propagados serem mais usados por mulheres, como unhas.

Um investigador do departamento de Saúde da Flórida foi ao local e percebeu indicações de que mulheres viviam lá, como camas, armários com itens pessoais e uma geladeira com comida. Em janeiro, os homens que deixavam o spa foram parados no trânsito pela polícia e confirmaram que haviam feito sexo durante suas visitas.

A partir daí, os agentes obtiveram mandado de busca para monitorar e registrar o que acontecia dentro do spa. Eles observaram 26 homens recebendo sexo oral ou sendo tocados de maneira sexual durante as sessões de massagem. Em nenhum dos casos, segundo a polícia, houve sexo com penetração.

As acusações contra Kraft podem levar a uma punição disciplinar pela NFL, a liga profissional de futebol americano, ainda que o dono do Patriots não seja condenado. Penalidades em outros casos incluíram multas e suspensões, proibindo donos das equipes que ir às instalações do time ou de assistir aos jogos.

O Patriots nega que ele tenha cometido um crime. “Nós negamos categoricamente que o sr. Kraft tenha realizado qualquer atividade ilegal. Por ser assunto judicial, nós não vamos fazer comentários adicionais”, afirmou um representante da equipe.

Kraft comprou o Patriots em 1994. Recentemente, no dia 3 de fevereiro, o time conquistou a sua sexta taça no Super Bowl, a grande final do futebol americano, depois de derrotar os Los Angeles Rams por 13 a 3 em Atlanta.

 

Deixe seu comentário: