Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Com os grandes bancos cortando os cartões de crédito e os limites dos clientes, os cartões de crédito das lojas avançam

O escândalo da JBS/Friboi destaca apresentadoras do SBT

Ticiana Villas Boas está afastada na TV. (Foto: Leonardo Nones/SBT)

A crise suscitada pela deleção dos executivos da gigante da carne JBS/Friboi está cada vez mais parecida com uma novela. Interminável, aliás – e com reviravoltas dignas de um dramalhão mexicano. Os holofotes se voltaram agora para Patrícia Abravanel, filha número 4 de Sílvio Santos e apresentadora do SBT.

O nome dela e o do marido, o deputado federal Fábio Faria (PSD-RN), foram citados na deleção de Ricardo Saud, ex-braço direito de Joesley Batista na J&F (holding que controla a JBS) e um dos coordenadores do bilionário esquema de propinas da empresa.
Saud afirmou em depoimento que, durante um jantar na mansão do patrão, supostamente teria sido combinado um pagamento de 10 milhões de reais à família de Fábio – um clã influente na política do Rio Grande do Norte – em troca do controle do serviço de água e esgoto daquele Estado.

Patrícia Abravanel e Ticiana Villas Boas participaram do banquete, mas negam qualquer conversa a respeito de negociação ilegal e propina. Um áudio de mensagem telefônica da mulher de Joesley à herdeira de Sílvio Santos ganhou repercussão na mídia.

Nele, a ex-apresentadora do ‘Bake Off Brasil – Mãos na Massa’ presta solidariedade ao casal de amigos e se oferece como testemunha de defesa para desmentir o trecho da deleção de Saud envolvendo Fábio e Patrícia.

Ticiana, que abandonou temporariamente a carreira na TV por conta do escândalo protagonizado pelo marido, e Patrícia, ganharam destaque na edição de sexta-feira do ‘Jornal Hoje’, da Rede Globo.
Matéria exibida no telejornal revelou que a estrela do SBT e o jovem político acionaram advogados para tentar anular a parte do depoimento de Ricardo Saud no qual aparecem e, assim, evitar complicação com a Justiça. Eles indicaram a gravação de Ticiana como prova de sua inocência.
Acostumadas a aparecer na capa de revistas sobre celebridades como a ‘Caras’, Ticiana Villas Boas e Patrícia Abravanel acabaram dragadas pelo noticiário policial. O Brasil é mesmo um País novelesco. (Blog Sala TV)

ÁUDIO

Em nota, Ticiana Villas Boas confirmou a veracidade do áudio “que enviou em apoio a amiga e colega de trabalho Patrícia Abravanel”. Também por meio de nota, Joesley Batista e Ricardo Saud afirmam que “mantêm o que disseram à PGR em relação ao jantar de acerto de propinas com líderes do PSD”. No entanto, dizem que a conversa sobre propinas para as campanhas do governador Robinson Faria e do deputado Fábio Faria, ambos do PSD, transcorreu sem a presença das mulheres dos presentes.

“Joesley, Ricardo Saud, Fábio Faria e Robinson Faria acertaram os detalhes das propinas num ambiente à parte, antes do jantar, enquanto as esposas conversavam noutro espaço da casa. As duas [Patrícia e Ticiana] não foram testemunhas das tratativas. Não tinham como saber, portanto, o que foi ou não foi discutido entre eles”, diz a nota. Joesley e Saud reafirmam que se reuniram com o governador Robinson Faria e o deputado Fábio Faria para discutir apoio financeiro à campanha dos dois de 2014 em troca de benefícios ilegais do governo do Rio Grande do Norte a uma empresa do grupo. (Folha de S. Paulo)

Deixe seu comentário:

Notícias Relacionadas: