Últimas Notícias > CAD1 > O time feminino do Grêmio é o novo campeão gaúcho da modalidade. Título foi conquistado com vitória sobre o Inter nos pênaltis

O Estado norte-americano da Flórida aprovou o limite, mas não a proibição de casamento de menores de idade

A medida é um compromisso alcançado por parlamentares após uma versão que buscava proibir o casamento de qualquer pessoa com menos de 18 anos. (Foto: Reprodução)

Parlamentares do Estado norte-americano da Flórida aprovaram um projeto de lei na última sexta-feira (9) proibindo o casamento de menores de 17 anos, uma das medidas mais rígidas do país, disseram ativistas.

A medida, que seguirá para sanção do governador, é um compromisso alcançado por parlamentares após uma versão que buscava proibir o casamento de qualquer pessoa com menos de 18 anos.

O governador da Flórida pretende sancionar o projeto e transformá-lo em lei, disse uma porta-voz.

O casamento infantil é legalizado nos Estados Unidos. Embora 18 anos seja normalmente a idade mínima, todo Estado tem lacunas legais ou exceções que permitem que menores de idade se casem ainda mais novos.

Sob a nova medida da Flórida, adolescentes com 17 anos podem casar com consentimento dos pais, mas enfrentam exigências como um curso de preparação pré-matrimonial. Além disso, jovens de 17 anos não podem casar com alguém que seja mais de dois anos mais velho.

“Eu estou muito feliz, mesmo que não seja na idade máxima de 18 anos. Posso lidar com a idade de 17, com todas as exigências”, disse Sherry Johnson, uma ex-noiva mirim que ajudou a promover a medida.

“Isso elimina o fato de apenas casar”, disse Johnson à Thomson Reuters Foundation. “Você tem que demonstrar responsabilidade para casar.”

Deixe seu comentário: