Sábado, 25 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

Notícias O Facebook lança um novo serviço de pagamentos para o WhatsApp, o Instagram e o Messenger

Facebook Pay não está conectado ao projeto de moeda digital libra e funcionará apenas nos EUA inicialmente. (Foto: Reprodução)

O Facebook anunciou nesta terça-feira (12) que lançará um novo serviço de pagamento. O Facebook Pay ajudará a fazer transações financeiras nas diferentes plataformas de mídia social da companhia, incluindo WhatsApp, Instagram, Messenger e o próprio Facebok.

O Facebook Pay será lançado no Facebook e Messenger nesta semana apenas nos Estados Unidos. A empresa afirma que o serviço permite que usuários transfiram dinheiro ou façam pagamentos, e funcionará com diferentes bandeiras de cartões de crédito e débito, além do PayPal.

A empresa se apressou em dizer que o novo serviço utiliza estruturas financeiras já existentes, e não está conectado ao projeto da moeda digital libra, apresentado pela companhia em maio. A empresa vem sendo amplamente criticada pelo libra por autoridades e reguladores dos Estados Unidos e da Europa, o que acabou forçando a saída de parceiros importantes recentemente.

Como segurança, o Facebook Pay terá a opção de adicionar um PIN ou usar biometria em seus smartphones, incluindo identificação facial para segurança. O Facebook disse que o serviço coletará informações do usuário, como métodos de pagamento, datas, detalhes de contato e cobrança quando uma transação for feita e que usará os dados para vender anúncios direcionados aos usuários – é uma abordagem diferente da prometida em relação à libra, que falava em transações anônimas e barrava vender dados para anunciantes.

“O Facebook Pay é parte do nosso trabalho constante de tornar o comércio mais conveniente, acessível e seguro para as pessoas em nossos aplicativos”, diz Deborah Liu, vice-presidente de marketplace e comércio da empresa. Ainda não está claro se a ferramenta será lançada fora dos Estados Unidos.

Bug no aplicativo

Um bug no aplicativo do Facebook para iOS sugere que a rede social pode estar espionando usuários pela câmera do iPhone. Um vídeo que circulou nas redes no domingo mostra que a câmera do celular é ativada secretamente em segundo plano enquanto a pessoa usa o app e navega pelo feed. O comportamento foi reproduzido em testes conduzidos pela nossa redação em um iPhone 7, assim como por diversos veículos especializados. O problema está em evidência no sistema da Apple somente a partir do iOS 13.2.2, liberado na última quinta-feira (7).

A empresa confirmou o erro. “Descobrimos recentemente que a versão 244 do aplicativo do Facebook para iOS foi lançada incorretamente em modo paisagem. Ao corrigir esse problema (…), acabamos introduzindo um bug que fazia com que o aplicativo navegasse parcialmente para a tela da câmera adjacente ao Feed de Notícias quando os usuários tocavam em fotos”.

Voltar Todas de Notícias

Compartilhe esta notícia:

As redes sociais de Carlos Bolsonaro foram desativadas
Para um ministro do Supremo, o Congresso afrontaria o tribunal se mudasse a regra de prisão em segunda instância
Deixe seu comentário
Pode te interessar