Últimas Notícias > Capa – Destaques > Polícia Federal prende quadrilha que atua no mercado de moedas virtuais e opera pirâmides financeiras no Rio Grande do Sul

“Vingadores: Ultimato” ultrapassa arrecadação de “Titanic” e vira a segunda maior bilheteria da história do cinema

Os analistas de Hollywood preveem uma longa vida nas bilheterias para “Vingadores: Ultimato”. (Foto: Reprodução)

Em apenas duas semanas em cartaz, o filme “Vingadores: Ultimato” arrecadou 2,19 bilhões de dólares no mundo, tornando-se assim a segunda maior bilheteria do cinema, superando “Titanic”, de acordo com o relatório divulgado nesta segunda-feira pelo Exhibitor Relations.

A franquia produzida pelos estúdios Disney e Marvel, que no primeiro fim de semana de exibição na América do Norte arrecadou 147,4 milhões de dólares, superou “Star Wars: O Despertar da Força”, que lucrou 2,07 bilhões de dólares, e “Titanic” (2,18 bilhões).

O filme “Avatar”, lidera a lista de maiores bilheterias com 2,79 bilhões arrecadados, mas demorou 47 dias para superar a marca dos 2 bilhões, enquanto o quarto filme dos Vingadores fez isso em 11 dias.

Os analistas de Hollywood preveem uma longa vida nas bilheterias para “Vingadores: Ultimato” , que obteve um raro índice de aprovação de 95% no site especializado Rotten Tomatoes.

Novos filmes

Enquanto “Ultimato” continua como a escolha óbvia entre espectadores, uma série de corajosos estúdios lançaram novos filmes com resultados mistos.

“The Intruder”, um thriller psicológico da Sony e Screen Gems, se saiu melhor entre os novatos. O filme estreou em segundo lugar, arrecadando US$ 11 milhões (R$ 43 milhões) em cinemas norte-americanos. É um início sólido, já que o estúdio desembolsou US$ 8 milhões (R$ 31,5 milhões) na produção do longa. O thriller foca em um casal que recentemente comprou sua casa dos sonhos, para depois perceber que o vendedor fica assustadoramente interferindo em sua vida.

“Casal Improvável”, da Lionsgate, uma comédia romântica com Seth Rogen e Charlize Theron, conquistou o terceiro lugar, com mornos US$ 10 milhões, cerca de R$ 39,39 milhões. Jonathan Levine dirigiu o filme sobre um jornalista (Rogen), que tenta conquistar sua ex-babá que se tornou política (Theron) e que concorre à presidência.

Outro lançamento neste fim de semana, “UglyDolls” ficou em quarto lugar, abaixo das expectativas, com US$ 8,5 milhões (R$ 33,4 milhões). O elenco de primeira inclui vozes como Kelly Clarkson, Nick Jonas e Pitbull, que gravaram músicas novas para o filme. O filme acompanha um grupo de bonecas desajustadas que tem o desejo de serem amadas mesmo sendo diferentes.

Quem nadou na onda de “Vingadores: Ultimato”, foi “Capitã Marvel”, que ganhou mais um impulso. O filme chegou ao quinto lugar, com US$ 4,3 milhões (R$ 16,9 milhões) durante o nono fim de semana em cartaz. Brie Larson dá vida à super-heroína e o longa já arrecadou US$ 420 milhões (R$ 1,6 bilhões) na América do Norte.

Retorno de Thor

Um dos Vingadores originais, Thor (Chris Hemsworth) tinha tudo para encerrar sua jornada em “Ultimato” e, assim como Homem de Ferro e Capitão América, pôr um fim a seu tempo no MCU (Universo Cinematográfico da Marvel). Mas o final do Deus do Trovão no filme não deixa dúvidas: contrariando expectativas, ele deve retornar em breve.

Thor teve uma jornada muito particular no longa, a culminação de uma saga de 11 anos nos cinemas. Acometido pelo luto de ter perdido amigos, colegas e asgardianos com o estalar de Thanos, o filho de Odin se entregou à cerveja, perdeu o físico divino e negligenciou seus deveres reais para passar seus dias trancados em casa. De volta à ação, porém, ele pôde ter uma conversa emocionante com sua mãe e, após ver o Titã Louco derrotado, resolveu deixar o posto de monarca de Asgard para Valquíria (Tessa Thompson), partindo em uma nave com os Guardiões da Galáxia.

Foi um final coerente para o herói, que havia atingido sua melhor forma com seu terceiro filme solo, “Ragnarok”. Comandado por Taika Waititi, o longa trouxe um tom cômico muito particular, semelhante ao imprimido por James Gunn aos dois “Guardiões da Galáxia” – o que torna mais fácil encaixar Thor no time de desajustados formado pelo Senhor das Estrelas, Rocket e companhia. É possível, também, que Thor ganhe um quarto filme solo, também sob a direção de Waititi. Recentemente, a atriz Tessa Thompson deixou escapar que a ideia para um novo longa do Deus do Trovão já está sendo analisada pela Marvel.

Deixe seu comentário: