Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Governo estuda tirar Ancine da gestão do Fundo Setorial do Audiovisual

O Grêmio encara o Vitória-BA fora de casa, neste domingo, em jogo para se manter no G4 do Brasileirão

Antes do embarque para a Bahia, o Tricolor finalizou a preparação no Rio de Janeiro. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Às 17h deste domingo, o Grêmio entra em campo no estádio Barradão, em Salvador (BA), precisando de um bom resultado diante do vice-lanterna Vitória para não correr o risco de deixar o G4 nesta rodada, a penúltima do Campeonato Brasileiro. E esse objetivo se justifica pela premiação em dinheiro: somente os quatro primeiro colocados garantem vaga direta na Copa Libertadores do ano que vem.

Com 62 pontos, o Tricolor gaúcho está em quarto lugar, ameaçado de perto pelo São Paulo, que recebe o Sport-PE no dia seguinte e tem o mesmo escore, mas fica atrás nos critérios qualificados. Sem uma indicação de qual a escalação que começará o primeiro tempo, a delegação do Mosqueteiro chegou à capital baiana no começo da noite. A boa notícia fica por conta do retorno da dupla de zaga formada por Geromel e Kannemann.

Preparativos

Desde a última terça-feira no Rio de Janeiro, na manhã passada a delegação gremista finalizou os preparativos para o duelo contra o Vitória. O trabalho foi realizado novamente no centro de treinamento do Fluminense, próximo ao hotel onde o Tricolor estava hospedado na Barra da Tijuca.

A movimentação foi dividida em duas partes: na primeira, um treino fisico-técnico e na sequência, o tradicional “rachão recreativo” que antecede os jogos do Tricolor. O meia Matheus Henrique, suspenso com três cartões amarelos, é o desfalque confirmado. Já o volante Maicon, poupado nos últimos dois jogos, deve voltar na função, assim como os já citados Geromel e Kannemann.

Após o treino, alguns jogadores foram acompanhar o trabalho do Fluminense, em um campo anexo. Os mais solicitados pelos funcionários do clube carioca para cumprimentos, autógrafos e “selfies” foram o técnico Renato Portaluppi e o meia Cícero – ambos tiveram passagens vitoriosas pelo clube carioca (Renato como ponta-direita e depois como treinador).

Deixe seu comentário: