Últimas Notícias > Notas Mundo > Dois jornalistas da Reuters são presos

O Grêmio perdeu por 1 a 0 para o Cruzeiro e agora é o quarto colocado no Campeonato Brasileiro

Tricolor gaúcho estagnou em 46 pontos, descendo uma posição na tabela. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Diante de 9,2 mil torcedores que desafiaram o mau tempo e os alagamentos no entorno da Arena na noite dessa quarta-feira, o Grêmio perdeu por 1 a 0 para o Cruzeiro-MG, em partida válida pela vigésima-sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado pelo atacante Rafael Sobis (ex-Inter), aos 23 minutos do segundo tempo.

Com esse resultado, o Tricolor gaúcho estacionou em 46 pontos, caindo do terceiro para o quarto lugar na tabela da competição. À sua frente estão, respectivamente o líder Corinthians (58), seguido pela própria Raposa mineira (47) e pelo Santos (47), que pode alcançar a segunda colocação em caso de vitória sobre a Ponte Preta-SP nesta quinta-feira.

Escalações

O Grêmio do técnico Renato Portaluppi entrou em campo com Marcelo Grohe, Edílson, Pedro Geromel, Walter Kannemann, Marcelo Oliveira, Jailson, Arthur (Beto da Silva), Jean Pyerre (Patrick), Arroyo (Everton), Lucas Barrios e Fernandinho.

Já o Cruzeiro, sob o comando de Mano Menezes, escalou Rafael, Ezequiel, Digão, Manoel, Diogo Barbosa, Henrique, Hudson (Lucas Romero), Rafinha, Alisson (Rafael Marques), Thiago Neves e Rafael Sobis (Élber).

Primeiro tempo

Nos minutos iniciais, o Grêmio trabalhou bem a bola, invertendo o jogo por diversas vezes, a fim de encontrar uma brecha na defesa mineira. Em um dos lances, Fernandinho recebeu passe na meia-lua da grande área, cortou um marcador, mas acabou barrado por Manoel, caindo no gramado, sem que fosse assinalada falta.

O Cruzeiro chegou aos 7 minutos, com Henrique, que recuperou a bola no campo de defesa gremista e arriscou de longe, mas mandou sem direção. Outra chance mineira veio dois minutos depois, com escanteio de Thiago Neves. Ele colocou a bola no primeiro poste, mas a defensiva tricolor fez o corte.

Os donos da casa chegaram bem pela esquerda, aos 13 minutos, com Marcelo Oliveira, que tentando passar pela marcação, segundo a arbitragem, acabou cometendo falta. No lance seguinte, Arroyo lançou Fernandinho na direita. O atacante esperou a passagem de Edilson e serviu o lateral, que devolveu o passe. O camisa 21 mandou a gol, mas a bola subiu demais.

Com 16 minutos, mais uma vez no ataque, o Grêmio ameaçou com um cruzamento de Arroyo, mas o goleiro Rafael conseguiu chegar antes e fazer a defesa. Já os visitantes tentaram pela esquerda, com Alisson, que carregou a bola, foi a linha de fundo e tentou a finalização, mas ela saiu antes e bateu na rede, pelo lado de fora.

Foi aos 27 minutos que o Tricolor chegou ao gol, porém anulado pela arbitragem por impedimento. Depois de receber cruzamento, Lucas Barrios chutou, mas a bola bateu na marcação e voltou para Jean Pyerre, que ajeitou e serviu o centroavante novamente. Ele mandou para o fundo das redes, mas a arbitragem já assinalava a infração.

Os mineiros chegaram novamente aos 36′, novamente pela esquerda, mas Marcelo Oliveira afastou o perigo de cabeça, dentro da área. Já o Tricolor teve uma de suas melhores chances aos 40′. Jean Pyerre deu bom passe para Barrios, que chutou. Zaga cortou pra escanteio. Fernandinho mandou no primeiro poste, mas a defensiva conseguiu afastar o perigo novamente.

Segundo tempo

O Cruzeiro já tentou chegar antes do primeiro minuto pela esquerda, mas Kannemann estava atento e fez o desarme. Logo aos 2 minutos, Alisson buscou cruzamento na área, mas Geromel salvou o perigo da área. O Grêmio pressionou e, trocando passes, chegou ao ataque. Arroyo tentou finalização aos 6 minutos, mas carimbou a defensiva. Os mineiros chegaram de novo pela direita. Rafinha cruzou pra trás, buscando Hudson, que bateu em cima de Marcelo Oliveira.

Aos 8 minutos, uma falta na intermediária para o Tricolor. Arroyo mandou direto a gol, obrigando Rafael a fazer uma grande defesa; a bola procurava o ângulo direito da meta. No escanteio cobrado por Fernandinho, a zaga afastou e na sobra, depois de trabalhar a bola, os gremistas conseguiram um novo escanteio. Fernandinho cobrou, mas defesa afastou.

O placar quase foi aberto aos 22 minutos. Edilson desceu pela direita e cruzou para Everton, que no segundo poste, conseguiu concluir. Rafael fez um “milagre” e mandou pra escanteio. Aos 24 minutos, porém, o Cruzeiro fez o úniuco gol do duelo, com Rafael Sobis, em jogada de contra-ataque. Thiago Neves deu o passe, a zaga gaúcha furou, o ex-colorado dominou e deslocou Marcelo Grohe, no canto.

O Grêmio teve uma oportunidade em cobrança de falta. Edilson colocou na área, mas a defesa cortou. Com meia hora de etapa complementar, o Tricolor criava com Edilson pela esquerda, mas Manoel desarmou com falta não assinalada.

A última oportunidade gremista veio aos 45 minutos. Edilson cobrou uma falta e a zaga desviou de cabeça para escanteio. Beto da Silva mandou no primeiro poste, houve toque de mão na área, mas arbitragem nada assinalou. O apito final soou aos 48 minutos.

 

 

Deixe seu comentário: