Home > Atividades Empresariais > Anhanguera realiza workshops gratuitos na Capital

O Inter começa nesta terça-feira uma sequência de jogos no Beira-Rio, obrigado a fazer o “tema de casa” na Série B

O atacante Joanderson poder receber uma oportunidade no grupo principal. (Foto: Reprodução)

Depois de três desafios fora de casa nas quatro mais recentes rodadas da Série B do Campeonato Brasileiro, agora o quadro se inverte para o Inter, com uma sequência de confrontos no estádio Beira-Rio. O primeiro deles ocorre nesta terça-feira, às 21h30min, pela nona rodada da competição, quando o Colorado recebe em Porto Alegre o Paraná Clube, sétimo colocado. A partida terá transmissão ao vivo pela Rádio Grenal (95.9 FM ou www.radiogrenal.com.br).

O fator local e o apoio da torcida estão entre as apostas do clube para embalar no certame, o que não aconteceu até o momento – desde a primeira rodada, no dia 12 de maio, o desempenho do time se resume a três vitórias, quatro empates e uma derrota, com 54,2% de aproveitamento. Com 13 pontos (cinco atrás do líder Juventude), a equipe precisa retornar e se manter no G-4, condição para retornar à elite do futebol, missão que muitos consideram como obrigatória para um elenco cuja folha mensal gira em torno de 7 milhões de reais, provavelmente a mais cara da Segunda Divisão.

“O Inter tem de fazer o dever de casa, essa é nossa a obrigação a partir de agora”, ressaltou o vice-presidente de Futebol do Inter, Roberto Mello, na entrevista coletiva que concedeu no último sábado, após o empate em 0 a 0 contra os pernambucanos. “O campeonato da Série B é de regularidade e resistência, quem tiver grupo vai estar na frente na reta final. O torcedor vai empurrar o time.”

Depois desta terça-feira, os próximos dias terão quatro outros jogos disputados pelo time do técnico Guto Ferreira em estádios no Rio Grande do Sul. O único compromisso fora de Porto Alegre está marcado para as 16h30min do próximo sábado, tendo como adversário o Brasil de Pelotas, atualmente em sétimo lugar na tabela. Já nos dias 1º e 8 de julho, respectivamente, o Inter vai encarar no Beira-Rio o Boa Esporte-MG e o Criciúma-SC.

Preparativos

Após o treino final dessa segunda-feira, o departamento médico do Inter liberou para a partida contra o Paraná o retorno do zagueiro Danilo Silva, que havia ficado de fora do duelo de sábado contra o Santa Cruz em Recife (PE). Já o seu colega de defesa Ernando (com um desconforto muscular na coxa direita) e o atacante Carlos (com um entorse no tornozelo esquerdo) foram vetados, mas devem estar à disposição para o próximo compromisso, em Pelotas.

Joanderson

Os trabalhos técnicos e táticos tiveram como novidade a participação de Joanderson entre o grupo profissional. Segundo fontes ligadas ao clube, o centroavante de 21 anos passará por um “estágio” no principal e, se aprovado, deve permanecer no grupo principal.

Após passar oito meses no Cruzeiro-MG, o atacante canhoto de 1m83cm veio do São Paulo no início de fevereiro, emprestado por duas temporadas ao Inter. No clube da avenida Padre Cacique, ele vem atuando com destaque na equipe Sub-23. Dentre as suas principais qualidades está o poder de finalização, firmando-se como goleador nas categorias de base.

Em declarações à imprensa gaúcha, nos últimos meses o atleta tem demonstrado persistência. “Tenho que seguir trabalhando com a equipe, com paciência, aproveitando as oportunidades e fazer gols”, declarou Joanderson, que passou pela Seleções Brasileiras Sub-15 e Sub-17, ao lado de nomes como Gabigol e que se considera um jogador de velocidade e movimentação, com capacidade de arremate pelo chão do que nas bolas aéreas. “Quero fazer de tudo para marcar uma era aqui no Inter. Estou trabalhando duro para isso.”

Comentários