Últimas Notícias > CAD1 > Grêmio tem reapresentação com volta de Kannemann e jogo-treino para os reservas

O Inter recebe neste domingo o CSA de Alagoas, em um duelo para manter o aproveitamento de 100% em casa no Brasileirão

O atacante uruguaio Nico López (E) renovou o seu contrato até 2021. (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

Às 16h deste domingo, o Inter se reencontra com a sua torcida no estádio Beira-Rio para mais um comprimisso no Campeonato Brasileiro, desta vez contra o CSA de Alagoas, pela quinta rodada. O foco é a manutenção dos 100% de aproveitamento como mandante (três vitórias), a fim de subir de posição na tabela, onde ocupa o décimo lugar (6 pontos).

Já os visitantes trabalham com a necessidade de surpreender o Colorado em casa e obter a primeira vitória nesta edição do torneio. A equipe comandada por Marcelo Cabo amarga a décima-sétima colocação, com apenas três pontos, desempenho que a mantém na zona do rebaixamento.

No Parque Gigante, o time do técnico Odair Hellmann teve uma semana cheia para ajustar os detalhes. Os preparativos foram encerrados na manhã desse sábado, com um trabalho recreativo no gramado, seguido de exercícios de finalização. Sem indicativo de qual escalação começará o segundo tempo, a única certeza fica por conta dos desfalques dos volantes Rodrigo Dourado e Patrick, lesionados.

Nico López

Na tarde desse sábado, a direção do Inter confirmou a prorrogação de contrato com o atacante uruguaio Nico López. O vínculo do atleta foi ampliado até julho de 2021. Natural de Montevidéu, ele chegou a Porto Alegre em julho de 2016, contratado junto ao Nacional, clube no qual havia obtido destaque da edição daquele ano da Copa Libertadores da América.

Desde então, o dono da camisa 7 colorada já disputou 134 jogos pelo clube gaúcho e marcou 38 gols. Esse desempenho garantiu a Nico a artilharia do Saci nas temporadas 2017 e 2018. Nas 17 partidas deste ano, o atacante – que completará 26 anos de idade em outubro – mantém o status de principal goleador, somando seis bolas no fundo da rede e três assistências.

(Marcello Campos)

Deixe seu comentário: