Home > Notícias > Brasil > Lula é citado 68 vezes na sentença que condenou Antonio Palocci

O Ministério Público Federal denuncia ex-superintendente do Ministério da Agricultura no Rio Grande do Sul

Dinheiro apreendido durante a Semilla deflagrada pela PF. (Foto: Divulgação/PF)

O MPF (Ministério Público Federal) denunciou o ex-superintendente do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento)  no Rio Grande do Sul Francisco Signor por corrupção e favorecimento a frigorífico. É a primeira denúncia decorrente da Operação Semilla, que apurou irregularidades e descobriu um esquema no órgão federal no Estado. A investigação foi deflagrada pela PF (Polícia Federal) em maio de 2015.

Na ação penal, o ex-superintendente é denunciado por corrupção por receber propina para paralisar o andamento de processos de multas aplicadas a um frigorífico de Farroupilha, na Serra gaúcha. Juntamente com Signor, foi denunciado o sócio do frigorífico.

Entre as provas mencionadas na ação, consta a apreensão de 11 processos com multas à empresa, por descumprimento de normas sanitárias, que deveriam ter sido encaminhados à cobrança, mas foram retidos por Signor por mais de dois anos. Alguns desses processos foram apreendidos na casa do ex-superintendente e estavam prestes a prescrever. O valor total das multas era de R$ 164 mil.

Comentários