Últimas Notícias > Notas Capital > Detran-RS oferece vários serviços na internet

O novo filme de James Bond terá três finais gravados para manter segredo da produção

Tudo indica que o agente pode morrer na cena final para dar lugar a uma mulher. (Foto: Reprodução)

Só o diretor Joji Fukunaga saberá qual é a verdadeira cena final do novo longa de James Bond, “No Time do Die”, estrelado por Daniel Craig.

É o que cineasta quer guardar o segredo a todo o custo. Segundo o jornal britânico The Mirror, nem mesmo o protagonista saberá qual das cenas gravadas será a real.

Um dos boatos é que Bond será morto na cena final. Segundo o The Hollywood Reporter já anunciou, o fim do longa dará a entender que a próxima 007 seria a atriz britânica Lashana Lynch, de 31.

Outra alternativa é que Lynch assuma o cargo de 007, após Bond decidir se aposentar e viver definitivamente na Jamaica. Nesse filme, Bond estará desfrutando uma vida tranquila naquele país depois de deixar o serviço até que um velho amigo da CIA, Felix Leiter, aparece pedindo ajuda.

Bond embarca em uma missão para resgatar um cientista sequestrado que o colocou no rastro de um vilão misterioso armado com uma nova tecnologia perigosa.

A filmagem da nova produção, antes conhecida somente como Bond 25, começou na Jamaica em abril, quando os produtores comunicaram que Rami Malek, vencedor do Oscar por “Bohemian Rhapsody”, interpretaria o vilão.

Inicialmente “No Time to Die” deveria chegar aos cinemas em novembro de 2019, mas a data foi adiada para 2020 depois que o britânico Danny Boyle desistiu da direção e foi substituído pelo norte-americano Cary Joji Fukunaga.

As filmagens de “No Time to Die” ainda tiveram outros imprevistos. Depois de Craig se machucar nas filmagens e uma explosão no set sair do controle, a agenda de Malek complicou o cronograma da produção.

A produção ficou parada por um bom tempo para Craig se recuperasse da lesão. Ele precisou fazer uma cirurgia. Só que a data programada para a volta de Craig bateu com a participação de Malek em outro filme, atrasando novamente a produção.

“Não dá para ter um filme de James Bond em que o vilão não tenha uma cena cara a cara com o Bond. Eles estão revisando toda a escala novamente para fazer isso funcionar”, afirmou a fonte.

Além da lesão de Craig, na semana passada, uma explosão que deveria ser controlada acabou machucando um membro da equipe do filme, durante as filmagens em Londres.

O caso foi relatado pela própria conta oficial do longa nas redes sociais. “Durante as filmagens de uma explosão controlada no set de ‘Bond 25’, hoje, no Pinewood Studios, danos foram causados ​​na área externa do 007 Stage. Não houve feridos no set, no entanto, um membro da equipe sofreu uma pequena lesão”, diz o comunicado.

A previsão é que o filme seja lançado em abril de 2020.