Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Um integrante do centrão ameaça Geraldo Alckmin ao reabrir negociação com Ciro Gomes

O plantonista certo – 2

O TRF-4 já recusou 29 pedidos de habeas corpus desde o dia 7 de abril quando o ex-presidente Lula da Silva foi preso. (Foto: TRF-4/Divulgação)

O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) já recusou 29 pedidos de habeas corpus desde o dia 7 de abril quando o ex-presidente Lula da Silva foi preso – 20 deles impetrados em plantões de sete desembargadores, mostra levantamento do TRF a pedido da Coluna. Apenas Rogério Favreto, ex-petista de carteirinha, acolheu o pedido, atropelando Resolução do Conselho Nacional de Justiça, conotando pressa em libertar a qualquer preço o detento condenado. Do total de HCs, 11 pedidos foram protocolados em expediente normal.

Fala, parça

A Coluna revelou que este plantão de Favreto – ainda vigente até dia 18 – é o único dele neste ano. Era a chance única do partido de recorrer a um simpatizante.

Dois na fila

Apenas dois pedidos continuam em análise – trâmite chamado ‘Movimento’ no TRF – impetrados em 9 de abril e 6 de julho. Nenhum deles nas mãos de Favreto.

Êpa, êpa

Há de se verificar se há decisão do senhor Favreto no tribunal em eventual processo envolvendo o time do coração. Seu WhatsApp mostra mensagem: “Vamo, vamo Inter!”.

Missão cumprida

Um relatório do Tribunal de Contas da União constatou que a passagem do ministro Leonardo Picciani (MDB) no Ministério do Esporte cumpriu à risca requisitos e aperfeiçoou a pasta. Em maio de 2016, quando ele assumiu, havia 176 ‘sugestões’ e ‘recomendações’ sobre o ministério. Um ano depois o ofício crava apenas cinco ‘sugestões’. Enterrou 97% dos problemas encontrados pelos fiscais na gestão anterior. Picciani deixou a pasta em abril.

Euuu? Não!

Tucanos próximos do pré-candidato garantem que o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) ouviu um “não” do senador Álvaro Dias (Podemos), também pré-candidato, para vice em sua chapa. Dias garante que não houve convite. E segue a novela.

Fogo na lavoura

Deputados de Minas sofrem com fake news nas redes sociais que indicam terem votado a favor de mais agrotóxicos nas plantações, o debate do momento no Congresso. Estão desesperados atrás de especialistas para derrubar links e ‘dar sumiço’ em notícias no Google.

União faz a força

Movimentos sociais compostos por índios de variadas etnias, sem-terra e sem-teto vão lançar uma candidatura de representante para disputar a Câmara Distrital do DF pelo PSOL. É o que chamam de ‘mandato coletivo’. O pré-candidato será anunciado dia 17.

Oi, de novo

Antes afastados por compromissos, o senador Aécio Neves e o presidente Michel Temer se veem mais. Reuniram-se a sós ontem no Palácio. É o segundo encontro em um mês.

É do jogo

A despeito de a Inglaterra ter caído na semifinal do Mundial, os britânicos são inveterados apostadores – principalmente em futebol. A soma de apostas da terra da rainha desde o início até o fim do mundial da entidade máxima do futebol deve chegar a US$ 3,3 bilhões (perto de R$ 12 bilhões!). Os dados são do London Times reproduzidos pelo BNL (Boletim de Notícias Lotéricas).

Risco no caixa

A chiadeira está grande no Palácio do Planalto. O maior prejudicado com o texto da MP 841, que cria o Fundo se Segurança Pública, é o Comitê Brasileiro de Clubes, representante das centenas de entidades formadoras de atletas. O CBC perde todos (isso, 100%) os repasses (milionários) a que tem direito por ano.

Celeiro

Também perdem repasses as Secretarias Estaduais de Esporte. Só a do Rio de Janeiro, um celeiro de talentos, pode ficar sem receber R$ 13 milhões por ano da União.

No mais

Enquanto meninos e técnico são salvos na caverna na Tailândia, o Brasil continua afundado na lama. Sem socorristas.

Deixe seu comentário: