Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

Capa – Caderno 1 O primeiro computador produzido pela Apple é arrematado por 375 mil dólares

Era um dos 175 modelos vendidos por Steve Jobs e Steve Wozniak produzidos em uma garagem no Vale do Silício. (Foto: Reprodução)

Um Apple-1, modelo do primeiro computador produzido pela agora empresa líder em tecnologia, foi arrematado por 375.000 dólares em leilão realizado esta semana pela Casa RR Auction de Boston. O computador era um dos 175 modelos vendidos por Steve Jobs e Steve Wozniak produzidos em uma garagem no Vale do Silício, durante os primeiros passos da Apple, entre 1976 e 1977.

O modelo originalmente custava 666,66 dólares na loja de informática Byte Shop em Mountain View, Califórnia, na década de 1970. Jobs e Wozniak desenharam inicialmente o Apple-1 como uma placa de circuito para ser vendida como um kit, mas a Byte Shop, de Paul Terrell, encomendou 50 unidades já concluídas.

Segundo a RR, o computador arrematado esta semana foi restaurado em junho e incluía a placa original do Apple-1, uma interface de cassete, teclado e outros componentes. O preço de venda ficou longe do recorde para um Apple-1, que é de 905.000 dólares em 2014.

Hacker

Um hacker do Taiwan tirou proveito de uma falha na loja online da gigante americana Apple e comprou 502 iPhones por 1 novo dólar taiwanês (cerca de US$ 0,03). O engenheiro de computação Chang Chi-yuan, que já havia conseguido comprar outro iPhone muito mais barato do que o preço de venda em 2016, publicou em sua página no Facebook três imagens que comprovam a aprovação da transação de compra.

No total, segundo as imagens mostradas por uma emissora de TV, Chang pagou o irrisório valor por 500 unidades do iPhone 8 de 256 GB e 2 do iPhone XS Max de 512 GB, que valiam no total cerca de 16,6 milhões de novos dólares taiwaneses (cerca de US$ 539 mil). Apesar da “sorte”, ele cancelou a compra após receber a aprovação.

Chang ficou famoso internacionalmente em 2013, quando conseguiu excluir publicações do fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, utilizando um bug que havia sido descoberto e depois ignorado pelos técnicos da rede social.

Segredos comerciais

A fabricante de chips Qualcomm alegou que a Apple roubou seus segredos comerciais e os entregou à sua rival Intel com o objetivo de melhorar os chips da empresa, que atualmente é uma fornecedora de chips da Apple. A informação consta em documento judicial visto pela agência de notícias Reuters.

No documento, a Qualcomm afirma que a suposta postura da Apple faz parte de uma “campanha de vários anos de conduta desleixada, inapropriada e enganosa, com o objetivo de melhorar chips de qualidade inferior, incluindo aqueles produzidos pela Intel, um concorrente da Qualcomm, para tornar tais chips utilizáveis em aparelhos da Apple”. Segundo a empresa, a ideia por trás dessas ações era desviar os negócios da Qualcomm com a Apple para a Intel.

A briga judicial entre Qualcomm e Apple não é recente. Em novembro do ano passado, a fabricante de chips alegou que a Apple quebrou um contrato de licença de software existente entre as duas empresas. A nova acusação se juntou a essa que já existia.

Durante os anos em que usou modens da Qualcomm, a fabricante de chips deu à Apple acesso a suas ferramentas confidenciais de software para ajudar a fabricante de iPhone a integrar os modens, alega a Qualcomm em seu processo.

O processo, em andamento no distrito de San Diego, está se desdobrando em meio a uma ampla disputa legal, na qual a Apple acusou a Qualcomm de práticas injustas de patente.

Fornecedores da Apple

A Qualcomm forneceu chips para o iPhone, o que ajudou o aparelho a se conectar a redes de dados sem fio. Começando com o iPhone 7, a Apple começou a usar chips da Intel em alguns de seus modelos.

Em julho deste ano, a Qualcomm disse a investidores que acredita que seus chips foram completamente removidos da nova geração de iPhones, que foi lançada este mês, deixando a Intel como único fornecedor. Desmontagens de novos aparelhos até o momento confirmaram que a Intel está fornecendo chips.

Voltar Todas de Capa – Caderno 1

Compartilhe esta notícia:

Escolas Sesc de Educação Infantil de 19 cidades gaúchas inscrevem para ano letivo 2019
Diego Andino é convidado de Le Nud na programação de 40 anos de profissão do chef francês
Deixe seu comentário
Pode te interessar