Últimas Notícias > Colunistas > Fatos históricos do dia 17 de novembro

O príncipe Harry e o cantor Elton John anunciaram um acordo para tratar homens com aids

O cantor de 71 anos e o príncipe de 33 são ativistas notórios em campanhas contra o HIV e a aids. (Foto: Reprodução)

O príncipe britânico Harry e o astro da música Elton John vão unir forças para lançar uma “coalizão global” centrada no tratamento de infecções de HIV em homens, informou a instituição de caridade de aids do cantor, a Elton John Aids Foundation, nesta quinta-feira (12).

Ainda não há detalhes sobre o plano, que será revelado na Conferência Internacional da Aids de 2018 em Amsterdã no dia 24 de julho.

O cantor de 71 anos e o príncipe de 33 são ativistas notórios em campanhas contra o HIV e a aids. O artista contou que, dois anos atrás, ele e o príncipe participaram de uma comissão sobre HIV e juventude – “a única faixa etária na qual as infecções de HIV estão aumentando, e não diminuindo”.

Desde então minha fundação, junto com outros parceiros, vem realizando coletivamente pesquisas direcionadas e participativas cobrindo seis países”, acrescentou o músico. “Uma descoberta crítica deste trabalho é a necessidade urgente de aumentar rapidamente o acesso e o engajamento dos homens com exames de HIV e serviços de tratamento.”

Cerca de 36,7 milhões de pessoas de todo o mundo têm HIV, de acordo com cifras de 2016 citadas pelo UNAids, um programa da ONU (Organização das Nações Unidas).

Segundo um relatório do UNAids divulgado no ano passado, menos da metade dos homens que vivem com HIV em todo o globo estão recebendo tratamento – o número de mulheres é de 60%.

Harry seguiu os passos da mãe, a princesa Diana, no combate ao estigma que cerca a aids e é patrono e fundador da instituição de caridade Sentebale, que ajuda crianças portadoras de HIV no Lesoto e em Botsuana.

John cantou no enterro da mãe de Harry e compareceu ao seu casamento com a atriz Meghan Markle em maio.

Deixe seu comentário: