Últimas Notícias > Atividades Empresariais > Novas gestoras da Bibi Calçados e Piccadilly participam do MenuPOA

O Procon gaúcho criou um serviço especial para resolver problemas enfrentados por consumidores estrangeiros em Porto Alegre

Primeira etapa da iniciativa aproveita o fluxo de visitantes durante a Copa América. (Foto: Divulgação/Conmebol)

Em parceria com a UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), o Procon gaúcho lançou o serviço “Rede de Proteção ao Turista Estrangeiro”. A iniciativa tem por objetivo estender o atendimento do órgão aos cidadãos de outros países que visitam Porto Alegre por motivo de passeio ou trabalho e que possam enfrentar problemas relacionados a produtos e serviços adquiridos em estabelecimentos da cidade.

A implementação do programa está em sua primeira etapa, aproveitando a maior presença de turistas na capital gaúcha, devido à realização da Copa América, cujo calendário abrange cinco jogos na Arena do Grêmio. No foco estão diretrizes como o diagnóstico e resolução de impasses desse tipo, tanto de forma presencial quanto eletrônica.

Após o encerramento do torneio continental de Seleções (no mês que vem), a ideia deve se tornar permanente, tanto em Porto Alegre quanto em outras cidades gaúchas, por meio dos Procons municipais. Para isso, o órgão considera fundamental a criação de uma base de dados que permitirá mapear produtos e serviços adquiridos pelos consumidores de fora do Estado e do País.

Uma equipe de pesquisa sobre o Mercosul, ligada à CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico),  colaborou na elaboração do projeto. As eventuais demandas dos turistas já podem ser encaminhadas por meio dos seguintes endereços físicos e virtuais.

– Procon-RS: Rua 7 de Setembro nº 723 (Centro Histórico), de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h;

– Largo Glênio Peres (Mercado Público, também no Centro Histórico): dias 19, 21, 25, 27 de junho e 2 de julho, na mesma faixa de horário;

– Formulário eletrônico (bilíngue em português e espanhol, disponível em link no site www.procon.rs.gov.br.

Aplicativo

Lançado há pouco mais de dois meses, o aplicativo “Menor Preço Nota Gaúcha” ultrapassou a marca de 520 mil pesquisas realizadas. A ferramenta permite com que usuários encontrem o menor preço de um produto nos estabelecimentos participantes do programa NFG (Nota Fiscal Gaúcha), que já conta com mais de 1,7 milhão de cadastrados.

Desenvolvido pela Receita Estadual e Procergs (Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul), a ferramenta está disponível para os sistemas Android e IOS, e já registra mais de 22 mil downloads até a semana passada.

Por meio de consultas às NF-e (Notas Fiscais Eletrônicas) e NFC-e (Notas Fiscais de Consumidor Eletrônicas), as informações são atualizadas em tempo real toda vez que um estabelecimento realiza uma venda a varejo com indicação do CPF (Cadastro da Pessoa Física).

Até o momento, mais de 55 milhões de notas fiscais com indicação do CPF abasteceram os dados do aplicativo. Os itens mais procurados são gasolina (8.206 pesquisas), cerveja (3.295 pesquisas) e leite (3.263 pesquisas). “O tempo médio de resposta é de 270 milissegundos”, detalhou o órgão em seu site.

(Marcello Campos)

Deixe seu comentário: