Últimas Notícias > Esporte > Internacional busca terceira vitória seguida no Brasileirão

Projeto “Portas Abertas” da UFRGS oferece mais de mil atividades gratuitas neste sábado

Evento pode ajudar estudantes a definirem opções no vestibular. (Foto: Divulgação/UFRGS)

Neste sábado, a UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) realiza a 17ª edição de seu projeto “Portas Abertas”. A iniciativa proporciona cerca de 1,3 mil atividades gratuitas ao público, que assim pode conhecer melhor  as ações de ensino, pesquisa e extensão realizadas pela instituição. O evento ocorre das 8h às 14h e conta com o engajamento de todas as unidades acadêmicas.

Desenvolvido desde 2003, o “Portas Abertas” tem como foco a integração com a comunidade, inclusive a estudantil. Os interessados em ingressar na UFRGS podem conhecer de perto tudo o que ela oferece. “Dessa forma, o evento também pode ajudar os vestibulandos na tomada de decisões sobre os seus rumos profissionais”, ressalta a Universidade.

Enquanto a participação de grupos escolares se deu mediante agendamento antecipadado no site www.ufrgs.br (encerrado na última terça-feira), os visitantes individuais podem acessar livremente as atividades (em um total de 1.271 opções). Segundo a Universidade, a expectativa de público é de 12 mil pessoas.

O número de atividades é o maior na história do “Portas Abertas”. No ano passado, foram oferecidas 1.095, sendo que em 2017 o evento teve 957. São esperadas escolas não apenas de Porto Alegre, mas de todo o Rio Grande do Sul.

Centro Cultural

Durante “Portas Abertas”, o Centro Cultural da UFRGS também estará aberto para visitação gratuita. Das 9h às 17h30min, os visitantes poderão conhecer a exposição “Centro de Desenvolvimento da Expressão: 58 anos de Arte-Educação” na Sala Nogueira (térreo).

Criado em abril de 1961 com o nome de “Escolinha de Arte Infanto-Juvenil de Porto Alegre”, o CDE (Centro de Desenvolvimento da Expressão) apresenta parte das obras produzidas durante suas atividades ao longo de mais de meio século de existência.

“O Centro vem se destacando como pólo catalisador de arte-educação no Rio Grande do Sul, promovendo experimentação, criação e integração por meio de cursos e outras atividades com múltiplas técnicas artísticas, como pintura, desenho, modelagem, cerâmica, xilogravura, têxtil, escrita criativa, culinária, teatro e música”, explica a instituição, vinculada ao governo do Estado.

Já no Espaço Figueira, na Sala Pitangueira e no Espaço Acácia do Centro Cultural, ocorre a “Quadrúpede”, feira gráfica de quadrinhos impressos independentes, livros e fanzines de artistas de Porto Alegre e Região Metropolitana.

O Centro Cultural fica na rua Engenheiro Luiz Englert, Campus Central, no antigo prédio do Instituto de Química Industrial da Universidade, que foi revitalizado e tornou-se oficialmente o Centro Cultural em 2018. O espaço é destinado a projetos de teatro, dança, música, artes visuais, literatura, humanidades e educação, e é administrado pela Pró-Reitoria de Extensão.

(Marcello Campos)

Deixe seu comentário: