Últimas Notícias > Atividades Empresariais > Psoríase Brasil realiza Campanha do Dia Mundial em Porto Alegre

O Real Madrid anunciou o técnico da seleção espanhola para substituir Zidane no clube

Antes de chegar à Fúria, Lopetegui, de 51 anos, dirigiu o Porto por duas temporadas (2014 a 2016) sem sucesso algum. (Foto: Reprodução)

Julen Lopetegui, técnico da Espanha no Mundial, será o novo treinador do Real Madrid. Em comunicado no seu site oficial, o clube da capital espanhola anunciou o acerto por três temporadas. O compromisso começa após a disputa na Rússia. Os valores da negociação não foram revelados.

O detalhe é que, há pouco menos de três semanas, a Federação Espanhola de Futebol tinha anunciado a renovação com Lopetegui até 2020.

“Julen Lopetegui se incorporará ao clube depois da participação da seleção espanhola no Mundial após dois anos à frente da equipe nacional”, diz trecho do comunicado oficial do Real Madrid, que buscava um substituto para Zinedine Zidane. O lendário craque francês surpreendeu o mundo do futebol no fim de maio ao anunciar seu pedido de demissão dias após conquistar a sua terceira Liga dos Campeões como treinador.

Natural da Asteasu, no País Basco, Lopetegui assumiu a seleção espanhola em 2016 após a saída do ultra vencedor Vicente Del Bosque. Antes de chegar à Fúria, Lopetegui, de 51 anos, dirigiu o Porto por duas temporadas (2014 a 2016) sem sucesso algum, saindo inclusive antes do término do contrato com o clube português.

E o fracasso no Porto foi até natural. Afinal, Lopetegui, na ocasião, só havia tido experiência como treinador em seleções de base da Espanha (dirigiu os times sub-17, sub-19 e sub-20 entre 2010 e 2014), no time B do Real Madrid em 2008, além de uma passagem relâmpago entre 2003 e 2004 no modesto Rayo Vallecano, clube pequeno de Madri onde encerrou a carreira como jogador em 2002.

E os laços com o Real Madrid vêm justamente dos tempos de atleta. Goleiro, Lopetegui vestiu a camisa merengue entre 1985 e 1991, mas sem muito brilho, com passagens pelo time B, empréstimos a clubes pequenos e apenas uma partida oficial no período que defendeu a equipe principal entre 1988 e 1991.
Zidane

Antes técnico do time B do Real, Zidane foi efetivado como comandante do time principal do clube em janeiro de 2016. Embora tenha chegado ao cargo cercado de incertezas, pois nunca havia dirigido outro clube profissionalmente, ele superou com sobras as expectativas e fez história ao se tornar o primeiro técnico a ganhar por três vezes consecutivas a Liga dos Campeões.

Zidane, porém, preferiu deixar o cargo no auge do sucesso e abrir espaço para um novo treinador que deverá ser contratado em breve. O ex-craque, que comunicou a decisão na quarta ao presidente do Real e ao capitão Sergio Ramos antes de anunciá-la, assegurou também que não pretende treinar um outro clube na próxima temporada europeia.

Aos 45 anos de idade, o ex-meio-campista também deixou o comando do Real com números impressionantes como técnico. Ele dirigiu a equipe em 149 partidas, ganhou 104 delas, empatou 29 e perdeu apenas 16. Neste período, o time marcou 393 gols.

Deixe seu comentário: