Home > Colunistas > Bem-vindo, maio

O Rio Grande do Sul foi o Estado com o maior número de empregos formais criados em março

O melhor desempenho foi da indústria de transformação. (Foto: Reprodução)

Os Estados do Rio Grande do Sul, Goiás e Mato Grosso do Sul, Paraná e Tocantins apresentaram saldo positivo de emprego em março, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho, divulgados nesta quinta-feira (20).

O Rio Grande do Sul foi o Estado com o maior número de empregos formais criados em março, com 5.236 novos postos de trabalho. Em fevereiro, o RS ocupava a terceira posição no ranking.

As áreas com melhor desempenho foram a indústria de transformação, com 5.214 vagas criadas, seguida do comércio, com 1.454 novos postos de trabalho, e Administração Pública, com 150 novas vagas.

Nas cidades com mais de 30 mil habitantes, os destaques foram Santa Cruz do Sul, que teve um saldo positivo de 2.920 vagas de emprego, e Venâncio Aires, com 1.099.

Goiás ficou em segundo lugar na geração de empregos entre todos os Estados, com 4.304 vagas, sendo 1.328 vagas na Indústria de Transformação e 2.449 na Agropecuária. Os dois setores tiveram bom desempenho em todos os Estados da região.

O Paraná ocupa o quarto lugar, com a geração de 1.126 novos postos de trabalho, seguido de Tocantins, que gerou 124 vagas de emprego.

No Mato Grosso do Sul, o saldo também foi positivo, com 1.245 vagas, resultado puxado pelos setores da Indústria de Transformação, com 770 vagas e da Construção Civil, com 465 vagas.

“O governo segue trabalhando firmemente com o propósito de colocar o País nos trilhos para que cresça e dê oportunidades de emprego e renda para os seus trabalhadores e trabalhadoras. Tenho a convicção de que o objetivo será alcançado com o esforço de todos: governo, empresários e trabalhadores”, afirmou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

O número de empregos formais no Brasil teve saldo negativo de 63.624 vagas em março.

Comentários

Notícias Relacionadas: