Quinta-feira, 05 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Partly Cloudy

Notícias O WhatsApp vai encerrar o suporte a celulares antigos no fim deste mês: Confira os aparelhos que não terão mais as atualizações do aplicativo

Donos dos aparelhos listados não terão acesso às atualizações do mensageiro. (Foto: Reprodução)

O WhatsApp encerra, no dia 31 de dezembro deste ano, o suporte aos sistemas BlackBerry OS, BlackBerry 10, Windows Phone 8.0 ou anterior e Nokia S40. A partir dessa data, donos de smartphones que rodem os sistemas operacionais listados não terão acesso às atualizações do mensageiro, bem como não poderão criar novas contas ou verificar novamente contas já existentes. As informações são do site TechTudo.

Em 2018, esses usuários poderão acessar o app para conversar normalmente, mas sem garantias: algumas funções poderão parar de funcionar sem aviso prévio.

A empresa explica que as plataformas antigas apresentam limitações que impedem o desenvolvimento de novos recursos e recomenda que o usuário adquira um smartphone mais atual, caso queira continuar usando a aplicação. O ideal é que o aparelho trabalhe com os seguintes sistemas: Android 4.0 ou superior, iOS 7 ou posterior ou Windows Phone 8.1 ou mais recentes.

Vale lembrar que o histórico de conversas pode ser transferido apenas entre celulares com o mesmo sistema, através da função de backup. Caso o usuário mude para um smartphone com uma plataforma diferente, tem a possibilidade de enviar as conversas antigas via e-mail.

No início de 2017, o WhatsApp encerrou o suporte ao Android 2.1 e 2.2, Windows Phone 7 e iPhone 3GS/iOS 6. Já no meio do ano, foi a vez do Nokia Symbian S60 não ganhar mais atualizações do app. Já o BlackBerry OS, o BlackBerry 10, o Windows Phone 8.0 e o Nokia S40 tiveram o prazo estendido até o final de dezembro.

Os próximos da lista a perderem o suporte do WhatsApp são os usuários do Android 2.3.7 e anteriores, que têm até o dia 1º de fevereiro de 2020 para trocarem de telefone caso queiram continuar usando o sistema sem estarem passíveis a erros e encerramento de funcionalidades.

WhatsApp Web

O WhatsApp Webganhou novas funções e passou por mudanças interessantes em 2017, tanto na versão para navegador quanto nos apps para Windows e MacOS. Entre as novidades mais importantes estão: o status com fotos e vídeos que desaparecem em 24 horas, que chegaram em fevereiro – para desespero de alguns – e as contas verificadas de empresas, lançadas em dezembro.

Em janeiro, o WhatsApp Web passou pela primeira atualização do ano para acompanhar as funções já presentes no app para Android e iOS. Entre as novidades estava a busca por GIFs, que passou a ser exibida junto com as opções de emoji. Além disso, na aba das carinhas utilizadas recentemente (o primeiro ícone que aparece quando você clica para enviar um emoji) surgiu a possibilidade de buscar emojis usando palavras. As versões para desktop (Windows e macOS) também foram atualizadas com o recurso um pouco depois.

Ainda no início de 2017, o WhatsApp Web começou a sincronizar links e documentos entre o celular e o computador. Tudo o que é compartilhado pelo app mobile também fica acessível pelo WhatsApp Web, incluindo fotos, vídeos e quaisquer outros documentos. Para acessar, basta ir em informações do contato ou do grupo com o qual você está trocando mensagens.

Meses depois de liberar o status para as versões Android e iOS, o WhatsApp Web recebeu a novidade. As atualizações com fotos e vídeos que desaparecem em 24 horas são similares às do Instagram Stories e do Facebook Stories – que, por sua vez, se inspiraram no Snapchat. As histórias do WhatsApp Web aparecem quando se clica no botão redondo que fica ao lado do balão retangular de nova conversa. Além de visualizar, o mensageiro permite responder o Status com mensagem de texto.

Todas de Notícias

Compartilhe esta notícia:

A Ospa e a cantora Fafá de Belém apresentam neste domingo um espetáculo no parque da Redenção, em Porto Alegre
Para evitar as fraudes, os fundos de pensão de funcionários de empresas estatais terão regras similares às de bancos, que incluem a suspensão provisória de diretores e conselheiros
Deixe seu comentário
Pode te interessar