Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > A Polônia está cada vez mais acuada na periferia da União Europeia

Odebrecht entregou vídeos e áudios

Odebrecht (Foto: Reprodução)

Além da planilha que detalha o pagamento de propinas a centenas de políticos, executivos e ex-executivos da Odebrecht entregaram à Justiça gravações de alguns encontros e imagens de mensageiros que estiveram na faraônica sede da empresa em São Paulo.

O material é constrangedor para alguns caciques políticos – flagrados pessoalmente ou através de prepostos. O Procurador-Geral da República vai liberar o material na íntegra para comprovar a denúncia pesada contra políticos que mandará para o STF, conforme antecipou ontem a Coluna.

Fim do mundo

O PGR Rodrigo Janot ainda não enviou ao Supremo o conteúdo das 77 delações de executivos da empreiteira. Mas a Corte já se antecipou à crise e montou equipe.

Tá feia a coisa

Vê-se o tamanho da encrenca das delações pelo comunicado do STF: o jornal que quiser a lista tem que entregar dois HDs de 1 terabyte cada, e terá o conteúdo em breve.

Brasiiiilll

Menos de dez senadores assinaram, até agora, o requerimento do senador Reguffe (sem-partido DF) que pede urgência para votar a PEC do fim do foro privilegiado para mandatários. A proposta, de autoria do senador Alvaro Dias (PV-PR), aprovada na CCJ do Senado em dezembro, dormita numa gaveta ‘na fila’ para o plenário.

Lá fora

“Enquanto nos EUA a Suprema Corte tem 82 processos por ano, na França 156 e na Itália 276, o STF brasileiro tem 92.399 processos para julgar por ano. O foro privilegiado hoje funciona apenas e tão somente como um fermento para a enorme impunidade que existe no Brasil”, afirma Reguffe.

No mais..

… o sábio José Alencar, saudoso vice-presidente da República, repetia a quem o visitava que a impunidade é o maior problema do Brasil.

Caixa-preta

Estudo da Transparência Internacional atesta que não houve avanços na utilização de dados abertos por países do G 20 para combater a corrupção, após análises de canais de acesso a informações públicas no Brasil, França, Alemanha, Indonésia e África do Sul.

Obstáculos

“Nenhum país pesquisado divulgou todos os conjuntos de dados identificados como sendo fundamentais para a luta contra a corrupção. Grande parte da informação é difícil de encontrar e difícil de ser usada”, conclui o levantamento.

Da cana..

Apesar de anunciar lucro recorde em 2016, a Cosan não paga dívida que já reconheceu e que já passa de R$ 100 milhões – e que pode alcançar o dobro com correções e juros. É um precatório que o governo devia a uma usina de Araçatuba, adquirida pela gigante.

..ao cano

Ao comprar a Destivale, a Cosan assinou contrato se comprometendo a repassar aos ex-donos o dinheiro do precatório, mas deixou o dinheiro no caixa. A maioria dos credores são idosos. Alguns já faleceram. A assessoria da Cosan informa que a empresa recorre e o caso está na Justiça em primeira instância, sem julgamento de mérito.

Entra e sai

O gabinete 830 do Anexo 4 da Câmara Federal anda agitado. É lá que o relator da reforma previdência, Arthur Maia (PPS-BA), despacha e recebe dezenas de representantes de entidades contrárias à proposta. São 40 audiências por dia.

Militância ativa

Da coordenadora do Programa de Mestrado e Doutorado da PUC-RJ , Gisele Cittadino, no documento que pede o Lula Já!: “Depois de quase dois anos de um processo implacável de deslegitimação e criminalização política, chegou a hora de o ex-presidente Lula ir para o ataque”.

Oportunidade

Uma das maiores do País, a Brookfield Incorporações pretende abrir crédito para compra de imóveis aos beneficiados com as contas inativas do FGTS.

Ponto Final

“Vamos analisar e tratar com o Governo todas as emendas para ver como podemos acolher as reivindicações”.
Do deputado Artur Maia, relator da reforma da Previdência, a quem lhe pede apoio contra ou a favor do projeto.

Deixe seu comentário: