Últimas Notícias > Atividades Empresariais > Confraria do Batom realiza Vai Lá e Faz Networking no Leopoldina Juvenil dia 21 de novembro em Porto Alegre

Pacientes limpam hospital em Brasília: Funcionários da limpeza entraram em greve

Lixo espalhado na área de internação do Hospital Regional de Taguatinga. (Foto: Reprodução)

Pacientes de hospitais do DF (Distrito Federal) passaram a recolher lixo e fazer a limpeza das áreas de internação por causa da greve dos servidores terceirizados que são responsáveis pelo trabalho. Fotos e vídeos enviados para a TV Globo de Brasília mostraram a situação na sexta-feira (17) em um dos maiores hospitais públicos do DF. As informações são do portal de notícias G1.

Nas imagens, pacientes do Hospital Regional de Taguatinga recolhem o lixo espalhado pelo chão. Fotos revelam lixeiras cheias e a sujeira dos banheiros.

Parentes de crianças internadas no Hospital Materno Infantil de Brasília também denunciaram a mesma situação. Segundo eles, são as famílias que estão fazendo a limpeza nos boxes de internação.

A greve dos funcionários terceirizados, responsáveis pelo serviço de limpeza, começou na segunda-feira (13). Cerca de 1,5 mil trabalhadores cobram os salários atrasados. Segundo o sindicato da categoria, o dinheiro deveria ter sido depositado no dia 7 de novembro.

O sindicato diz que manteve 30% dos funcionários nas emergências dos hospitais de Base, de Apoio e de Santa Maria. Os funcionários terceirizados recebem salário de R$ 1.052,22 e tíquete-alimentação de R$ 27,50 por dia. A empresa que lava a roupa dos hospitais de Base, do Gama e de Sobradinho também paralisou o trabalho. Segundo a Laverbrás, o governo do Distrito Federal não repassa recursos do contrato desde agosto.

A Secretaria de Saúde do DF informou que quitou a dívida com as empresas de limpeza e lavanderia ainda na sexta-feira (17). O sindicato dos trabalhadores (Sindiserviços) confirmou a informação, mas diz que os funcionários ainda não receberam o salário, apenas o vale-refeição e o vale-transporte.