Home > Efemérides > Fatos históricos do dia 23 de julho

Padilha anuncia que retorna à Casa Civil nesta segunda-feira

Eliseu Padilha (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Restabelecido da cirurgia de próstata a que se submeteu no ultimo dia 27, o ministro Eliseu Padilha está pronto para reassumir o cargo de chefe da Casa Civil da Presidência da República. Ontem à tarde, o ministro confirmou ao colunista: “Volto ao trabalho em Brasília amanhã [segunda-feira]”.

Acaba o fogo amigo?

O retorno de Padilha ao gabinete poderá reduzir o intenso fogo amigo a que o ministro vem sendo submetido nos últimos dias.

Melhora qualidade da negociação

A presença do ministro Eliseu Padilha em Brasília dá novo cacife ao Rio Grande do Sul na renegociação da dívida com a União. Nos últimos movimentos, sem a presença de Padilha, o Rio Grande do Sul foi jogado à vala comum na negociação.

Parcelamento do IPVA para servidores

Vejam só o que os servidores ativos, inativos e pensionistas do Estado do Rio de Janeiro com salários parcelados estão conseguindo: o direito de parcelar, em até dez vezes, o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor).

O projeto de lei 2.329/17 já foi aprovada em primeira discussão. Pela proposta, a possibilidade de parcelamento valerá enquanto o Estado estiver em calamidade financeira e se os salários estiverem atrasados.

Ajuda rápida para São Chico

O governo agiu rápido com a tragédia que o vendaval causou em São Francisco de Paula, e a Secretaria da Saúde repassará, nesta segunda-feira, R$ 175 mil para ajudar no atendimento de saúde no município.

Pretto no debate da Previdência

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Edegar Pretto (PT), confirma presença hoje em Pelotas, no debate sobre a Reforma da Previdência promovido pela Frente Gaúcha em Defesa da Previdência Pública. A atividade ocorre a partir das 9h, no auditório Dom Antônio Zatter.

Cooperativa Aurora salva empregos

O deputado Sérgio Turra (PP) comemora o anúncio de que a Cooperativa Aurora, de Santa Catarina, vai comprar duas unidades Cotrel, de Erechim. Com isso, serão preservados 2,6 mil empregos diretos e milhares de outros indiretos.

Socos na Câmara de Rio Grande

O Democratas de Rio Grande está exigindo providências para apurar a agressão ocorrida no gabinete da Presidência da Câmara, onde o vereador Batatinha (PSD) teria desferido um soco no nariz do colega João da Barra (PRB). Segundo o presidente do Democratas em Rio Grande, Julio Cesar Lami o pedido foi feito “diante da inércia do presidente da Casa”.

Reforço de gremistas

A chegada do deputado Osmar Serraglio (PMDB) ao comando do Ministério da Justiça, mostrou que ele e o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello Coimbra, enquanto à falta de outras afinidades, já possuem algo em comum: ambos são gremistas.

Comentários