Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Governo estuda tirar Ancine da gestão do Fundo Setorial do Audiovisual

Pai se irrita ao ver filha dançando funk e acaba sendo baleado durante uma festa

O Estatuto da Criança e do Adolescente prevê uma internação máxima de três anos (Foto: Reprodução)

Um homem de 43 anos foi baleado nas costas durante uma festa que acontecia em um haras. Segundo a Polícia Civil, ele foi atingido por dois tiros após se envolver em uma briga com um jovem de 18 anos que dançava com a sua filha. Os disparos foram feitos por uma pessoa que não estava envolvida na confusão.

Discussão. 

Ainda de acordo com a corporação, a vítima havia se dirigido até o local para buscar a jovem e se irritou ao vê-la dançando funk com um rapaz, com quem discutiu. Enquanto os dois brigavam, uma pessoa efetuou os disparos que, segundo apontaram os laudos da perícia, eram de calibre 32.  O pai foi levado para o hospital, onde passou por um procedimento cirúrgico para a retirada do projétil que ficou preso ao seu corpo – a outra bala o perfurou – e permaneceu internado, com um quadro de saúde considerado “estável”.

Menor foi o autor dos disparos na festa. 

Segundo o delegado Edmar Nagai, um adolescente de 16 anos compareceu à Polícia Civil e, em depoimento, assumiu a autoria dos disparos que atingiram a vítima. O caso aconteceu em São Paulo.

 

 

Deixe seu comentário: