Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Trânsito terá desvios para nova etapa de obras do Arroio Areia

Para soltar Lula, nova norma do STF vai soltar presos do PCC

Divergências internas dificultam modulação da regra criada pelo STF. (Foto Divulgação/Agência Brasil)

A dificuldade dos ministros do STF em limitar o alcance da norma inventada para anular as sentenças de alguns presos já condenados leva em conta que a dimensão do problema criado poderá custar um alto preço. Para salvar os poderosos e ricos ladrões dos cofres públicos, o STF pode beneficiar também grandes chefes do crime organizado, como o caso do PCC, que serão beneficiados pela brecha.

STF inventou algo que não existe na lei

Recordando: o STF inventou uma norma que não existe na lei processual, definindo que o réu delatado terá prazo para confrontar suas alegações finais, com as do colaborador, chamado de delator.

Ensinando Modulação

Percebendo a dificuldade de compreensão, o ministro Luiz Roberto Barroso ensinou de forma didática ao seu colega presidente do STF Dias Toffoli na sessão de ontem, o que significa modulação da lei.

Queda na receita do ICMS agrava crise das finanças

A crise das finanças do governo gaúcho, que jogou o pagamento dos salários de setembro dos servidores do executivo para o mês novembro, tende a se agravar com a queda de receita. No de setembro, a receita do ICMS somou R$ 2,9 bilhões, com queda nominal de 6,4% sobre o mesmo mês do ano anterior. Estes números pioram quando ajustados pela inflação do período: 9,3% no caso do IPCA e 9,6% no caso do IGP-DI. Este ano a receita somou R$ 26 bilhões.

MP traz alívio a Nereu Crispim

O risco do deputado federal Nereu Crispim, presidente do PSL gaúcho perder o mandato, diminuiu bastante depois que a Procuradoria Regional Eleitoral no Rio Grande do Sul emitiu parecer em que recomenda a improcedência da Ação de Impugnação de Mandato Eletivo que requer a cassação do deputado. Ele é acusado de abuso de poder econômico a partir de denúncia do suplente Marco Marchand.

Gabriel Souza e Alceu Moreira no MDB nacional

O grupo do ex-senador Pedro Simon foi ignorado na composição da chapa nacional do MDB que será apresentada domingo na convenção do partido em Brasília. Dois nomes do grupo do ex-ministro Eliseu Padilha estarão na nominata. O deputado estadual Gabriel Souza como primeiro-secretário na chapa encabeçada pelo deputado Baleia Rossi (SP) à presidência do MDB. E, o deputado Alceu Moreira, que vai presidir o Conselho Curador da Fundação UIysses Guimarães e, mais tarde, assumir como seu presidente-executivo.