Últimas Notícias > Notícias > A segurança pública e a violência escolar estão em debate na Câmara de Vereadores de Porto Alegre

Parceria para otimizar segurança pública é firmada na capital gaúcha

O prefeito Nelson Marchezan Júnior destacou a importância da parceria, durante o evento de lançamento da parceria. (Foto: Joel Vargas / PMPA)

As informações relevantes para a segurança pública do Rio Grande do Sul serão compartilhadas entre todos os agentes que possam melhorar o setor. Uma parceria firmada nesta quinta-feira (11), garante essa integração de atuações entre órgãos do governo gaúcho, da prefeitura de Porto Alegre, do Tribunal de Justiça e do Ministério Público. O convênio tem vigência de 90 dias.

O documento prevê acesso recíproco de informações de segurança. Ou seja, um procurador poderá solicitar imagens do videomonitoramento da capital, assim como a Brigada Militar poderá pedir acesso ao sistema de reconhecimento facial, por exemplo.

A expectativa tanto do estado, quanto do município, é de que essa parceria aumente a agilidade e a eficiência das forças de segurança. “O compartilhamento de informações gera mais eficiência na inteligência das ações, tornando Porto Alegre um lugar inóspito para quem quer cometer crimes”, destacou o prefeito Nelson Marchezan Júnior.

Funcionamento

Com atualização diária do sistema integrado, servidores da Secretaria de Segurança Pública e da prefeitura irão operar o sistema, gerenciar as abordagens a partir dos alertas emitidos pela ferramenta e assegurar a confidencialidade dos dados. O cruzamento de dados entre todos os órgãos será feito pelo IGP em parceria com a Susepe, que também irá repassar as listas de foragidos do sistema prisional.

O TJ ficará encarregado de informar os procurados pela Justiça, salvo exceções de sigilo. o ministério Público terá foco em compartilhar a lista de torcedores impedidos de entrar em estádios.

Procempa e Procergs irão estabelecer um formato de compartilhamento de dados que contemple as tecnologias disponíveis aos órgãos que atuarão na parceria.

Órgãos envolvidos:

  • Secretaria da Segurança Pública (SSP)
  • Instituto-Geral de Perícias (IGP)
  • Secretaria de Serviços Penitenciários (Seapen)
  • Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe)
  • Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Sul (Procergs)
  • Companhia de Processamento de Dados do Município de Porto Alegre (Procempa)
  • Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ/RS)
  • Secretaria Municipal de Segurança Pública
  • Ministério Público do Estado (MP/RS)

 

Deixe seu comentário: