Últimas Notícias > CAD1 > Mais de 400 vagas estão disponíveis no Rio Grande do Sul

Partido dos Trabalhadores divulga nota sobre prisão de Temer

Partido dos Trabalhadores (PT) divulga nota sobre prisão de Temer. (Reprodução site PT)

O Partido dos Trabalhadores (PT) divulgou uma nota, em seu site nacional, sobre as prisões do ex-presidente Michel Temer e do ex-ministro Moreira Franco. No texto, as lideranças do partido dizem esperar que as prisões sejam baseadas “em fatos consistentes, respeitando o processo legal, e não apenas por especulações e delações sem provas”, fazendo uma clara relação com o processo do ex-presidente Lula.

A nota destaca que Temer se tornou presidente por meio de “um golpe deplorável” e que vários índices sociais pioraram durante seu período no governo, como aumento “da desigualdade e da miséria”. A manifestação ainda reitera a preocupação com a verdade nas investigações. “(…)é somente dentro da lei que se poderá fazer a verdadeira Justiça e punir quem cometeu crimes contra a população. Caso contrário, estaremos diante de mais um dos espetáculos pirotécnicos que a Lava Jato pratica sistematicamente, com objetivos políticos e seletivos”, apontou a nota.

Finalizando, o PT afirma que o Impeachment de 2016 e a proibição de Lula nas eleições de 2018 foram objetivos cumpridos pelo sistema financeiro e pelos representantes dos interesses estrangeiros no país, tendo apoio da mídia conservadora. Eles atribuem os desdobramentos atuais da Justiça como “seus principais artífices estão sendo descartados pelos que realmente movimentaram os cordéis”.

A nota é assinada pelas lideranças Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, Humberto Costa, líder do PT no Senado, e Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara.

 

Deixe seu comentário: