Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Mostly Cloudy

Brasil Pesquisa internacional demonstra que professores lidam mais com casos de bullying entre estudantes do que com a aprendizagem

(Foto: Freepik)

Uma pesquisa internacional demonstrou que os professores brasileiros conseguem dedicar apenas 67% do tempo de aula com atividades ligadas ao processo de aprendizagem. O restante, segundo a Pesquisa Internacional sobre Ensino e Aprendizagem, realizada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), é utilizado, principalmente, para manter e solicitar a ordem na classe. A média dos países é de 78% de aproveitamento do período letivo.

Foram feitas 250 mil entrevistas, com professores e diretores de 48 países e regiões. No Brasil, os casos de bullying entre os estudantes acontecem em 28% das escolas. Este índice é o dobro da média da OCDE. Episódios em que os professores são vítimas de intimidações e abusos verbais acontecem pelo menos uma vez por semana em 10% das escolas brasileiras. O país está em segundo lugar quando o assunto é ataques contra funcionários da escola, ficando atrás somente da Bélgica.

Voltar Todas de Brasil

Compartilhe esta notícia:

Presidente chinês chega a Coreia do Norte para visita oficial a Kim Jong-Un
Hospital Mãe de Deus inaugura Espaço de Espiritualidade
Deixe seu comentário
Pode te interessar