Últimas Notícias > | > Presidentes de Grêmio e Inter participam do programa Pampa Debates, da TV Pampa, nesta quarta

Pitty agitou Porto Alegre na noite de sábado

Pitty se apresentou no Pepsi On Satge ( Foto: O sul)

A cantora baiana trouxe à Porto Alegre sua nova turnê “Matriz” na noite de sábado (5). O fãs que acompanharam puderam assistir a um show cheio de atitude, protestos e muito rock. O quinto e último álbum de estúdio da artista, prega a ancestralidade e fala sobre o espaço dela no mundo, com muitas referências da terra natal, a Bahia.

No projeto denominado de “Palco Aberto”, a cantora abre espaço para novos artistas. Na noite de ontem, Alice Kranen foi a escolhida para abrir o show.
Pitty iniciou a apresentação com a nova “Ninguém é de Ninguém”, causando grande entusiasmo na plateia. “Noite Inteira” levou os fãs a loucura, música cantada em parceria com Lazzo Matumbi, prega posicionamento político forte e o brado pela liberdade. Aos gritos de “ele não”, a casa de shows que estava lotada, foi dominada por um coro de “gente se junta pra fazer revolução”, como diz a letra da música.

Pitty também trouxe suas músicas mais antigas como “Máscara”, “Na sua estante” e “Equalize”. No meio da apresentação, a artista cantou algumas músicas acústicas, como “Teto de Vidro” e ” O lobo”. Nesta parte do show, a baiana representa o que chama de seu “quarto” em Salvador. Durante a parte acústica rolou um “parabéns pra você” pelo aniversário da cantora, que é na próxima segunda (7).

O show contou com uma participação especial do grupo BaianaSystem. No álbum, eles compartilham a música “Roda”, que foi apresentada no Pepsi On Stage, levando a galera a cantar do inicio ao fim. Depois de saírem do palco e a plateia pedir “mais uma” a banda retornou e cantou mais três músicas. Martin, o guitarrista da banda fez um cover da banda gaúcha Cachorro Grande, em homenagem à cidade. A apresentação foi encerrada com “Serpente” música do penúltimo álbum de estúdio, o “Sete Vidas”.