Últimas Notícias > Notas Brasil > Pai é preso por espancar bebê até a morte

Plano de paz dos EUA não gera confiança no presidente da Palestina

Abbas diz não confiar em plano de paz de Trump. (Foto: Thomson Reuters/Direitos Reservados/Via Agência Brasil)

O presidente da Palestina, Mahmoud Abbas, disse que a situação no Oriente Médio piorará caso os Estados Unidos fizerem um novo plano de paz. A declaração foi feita na reunião de chanceleres da Liga Árabe, no domingo (21), no Egito, em meio a conjecturas de que, em junho, Trump apresente um novo processo de paz entre israelenses e palestinos.

As autoridades norte americanas informam que o plano será duro para ambas as partes, mas pedem aceitação do termo dos dois lados. Ainda foi mencionado o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel, Abbas questiona a possibilidade dos Estados Unidos fazerem algo capaz de satisfazer o governo palestino e seu povo. Também, acusou que o objetivo do governo estadunidense é de enganar os palestinos.

O secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Aboul Gheit, apontou que nações árabes precisam ter uma presença ativa na questão. Porém, absteve-se de comentar a aguardada proposta do governo dos Estados Unidos. Algumas nações árabes vêm fortalecendo laços com o governo Trump. Há, também, alguns informes que o Egito e a Arábia Saudita pressionem os palestinos para que aceitem o novo acordo proposto pelo então presidente estadunidense.

*Com informações da NHK (emissora pública de televisão do Japão)

Deixe seu comentário: