Últimas Notícias > Capa – Destaques > Adolescente confessa morte de menina encontrada perto de açude em São Gabriel

Plano de paz dos EUA não gera confiança no presidente da Palestina

Abbas diz não confiar em plano de paz de Trump. (Foto: Thomson Reuters/Direitos Reservados/Via Agência Brasil)

O presidente da Palestina, Mahmoud Abbas, disse que a situação no Oriente Médio piorará caso os Estados Unidos fizerem um novo plano de paz. A declaração foi feita na reunião de chanceleres da Liga Árabe, no domingo (21), no Egito, em meio a conjecturas de que, em junho, Trump apresente um novo processo de paz entre israelenses e palestinos.

As autoridades norte americanas informam que o plano será duro para ambas as partes, mas pedem aceitação do termo dos dois lados. Ainda foi mencionado o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel, Abbas questiona a possibilidade dos Estados Unidos fazerem algo capaz de satisfazer o governo palestino e seu povo. Também, acusou que o objetivo do governo estadunidense é de enganar os palestinos.

O secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Aboul Gheit, apontou que nações árabes precisam ter uma presença ativa na questão. Porém, absteve-se de comentar a aguardada proposta do governo dos Estados Unidos. Algumas nações árabes vêm fortalecendo laços com o governo Trump. Há, também, alguns informes que o Egito e a Arábia Saudita pressionem os palestinos para que aceitem o novo acordo proposto pelo então presidente estadunidense.

*Com informações da NHK (emissora pública de televisão do Japão)

Deixe seu comentário: