Últimas Notícias > Esporte > Futebol > Inter > Técnico do Inter foge de perguntas sobre arbitragem no Grenal: “Eu, aqui, tenho que falar sobre futebol”

Polícia deflagra segunda fase de operação que investiga roubo a bancos em Ibirubá

Duas pessoas foram presas em um sítio de Taquari. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil, por da intermédio da 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais – DEIC, deflagrou a segunda fase da Operação Ibirubá com o objetivo de apurar crimes de roubo a banco, com explosivos, escudo humano e uso de armas de fogo. O crime aconteceu no dia 08 de fevereiro deste ano na cidade de Iburubá. Foi preso Adriano Benites Lima que participou junto com outros cinco criminosos, usando um veículo automotor, do assalto ao Banco do Brasil e Banco Banrisul.

Benites liderava a quadrilha especializada em roubo a bancos. Durante a investigação foi comprovada a participação de Edison da Luz, vulgo “Fuga”, na quadrilha e o envolvimento dele em crimes ocorridos há mais de dois anos. Ele estava foragido.

Segundo a investigação, Edison foi localizado em Santa Catarina e a Polícia Civil catarinense efetuou a prisão na manhã de terça-feira (26). Ele teria também participado do crime ocorrido em Vespasiano Correa, onde criminosos tentaram matar policiais militares durante um cerco policial. Outros dois homens ligados a Edison foram presos em um sitio de Taquari.

Deixe seu comentário: