Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Mostly Cloudy

Capa – Caderno 1 Polícia escolar dos Estados Unidos usa algemas para conter um garoto de 7 anos

Yosio foi detido para evitar "danos a si mesmo e aos outros". (Foto: Reprodução)

Um distrito escolar de Dallas, no Estado norte-americano do Texas, está sendo acusado de usar força desproporcional para conter um menino de 7 anos. Conforme o advogado da família de Yosio Lopez foi algemado e agredido para ser contido, após bater a própria cabeça contra a parede por várias vezes.

Matriculado na Gabe P. Allen Elementary School, ele foi diagnosticado com Déficit de Atenção e Hiperatividade, além de um distúrbio de humor e necessita de cuidados especiais. Em outras oportunidades, quando se descontrolou, foi acalmado por uma profissional especializada. Na última terça-feira, porém, ela não estava presente e, por isso, a polícia da escola entrou em ação.

À mãe, o aluno contou que já estava com as mãos algemadas atrás das costas quando foi vítima de uma “esganadura” por parte do diretor da instituição de ensino. Em seguida, Yosio foi transportado para um centro de pacientes com deficiências mentais, onde ficou internado por duas semanas, sem direito ao contato contato com a própria família nos dois primeiros dias após ingressar no local.

A alegação do Dallas Behavioral Hospital era de que a criança era “um perigo para si mesma e as pessoas ao redor”. Já as autoridades escolares de Dallas emitiram um comunicado: “Estamos comprometidos em educar toda criança a cada dia e, fazendo isso, acreditamos em oferecer um ambiente de ensinamento produtivo para nossos funcionários e estudantes”.

Voltar Todas de Capa – Caderno 1

Compartilhe esta notícia:

Governo federal define margem de segurança para votar a reforma da Previdência
O WhatsApp voltou a funcionar após nova instabilidade no Brasil e no mundo: O aplicativo, que tem mais de 1 bilhão de clientes, enfrentou a ira dos usuários nas redes sociais
Deixe seu comentário
Pode te interessar