Últimas Notícias > Notícias > Mundo > O Uruguai tem falta de maconha: a produção não é suficiente para abastecer os mais de 47 mil consumidores registrados

Polícia prende acusados de construirem imóveis na Muzema no RJ

Equipes que atuaram na busca e resgate de pessoas após o desabamento dos dois prédios na comunidade da Muzema. (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Após o caso de desabamento de dois prédios em um condomínio na Muzema, em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, o Ministério Público informou, que já cumpriu 11 mandados de prisão preventiva. Nesta terça-feira (16), o MP-RJ iniciou o cumprimento de 17 mandados de prisão e outros de busca e apreensão. O desabamento ocorreu no dia 12 de abril e deixou 24 mortos.

Os mandados são contra acusados de exploração imobiliária clandestina na comunidade da Muzema, na zona oeste do Rio de Janeiro. As construções eram comercializadas mesmo sendo irregulares. Os promotores denunciaram 27 pessoas por participação no grupo, que é acusado de loteamento, construção, venda, locação e financiamento ilegal de imóveis. A operação é liderada pelo Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente (Gaema), já que, além dos riscos aos moradores, os prédios invadiram área de Mata Atlântica.

Também pesam contra eles acusações de ligações clandestinas de água e energia elétrica, e a corrupção de agentes públicos.

Deixe seu comentário: