Últimas Notícias > Atividades Empresariais > Sábado Solidário foi realizado  no último dia 19 na ONG Renascer da Esperança, bairro Restinga

Possível retorno? The Pussycat Dolls deve lançar novas músicas e turnê mundial

Grupo havia se separado definitivamente em 2010. (Foto: Reprodução @thepcdmusic)

O grupo americano feminino The Pussycat Dolls pode voltar aos palcos. A cantora Nicole Scherzinger, que era considerada a líder do grupo, teria assinado um contrato milionário para o retorno da banda, segundo informações do jornal britânico The Sun. Ainda de acordo com a publicação, o grupo, que também é constituído por Melody Thornton, Kimberly Wyatt, Ashley Roberts, Carmit Bachar e Jessica Sutta, pretende realizar uma turnê e lançar músicas inéditas.

O grupo fez sucesso entre os anos 2005 e 2009, emplacando hits como ““Don’t Cha”, “Buttons”, “Stickwitu”, “When I Grow Up” e “I Hate This Part”. Em 2010, foi anunciado o término definitivo da banda. Para reforçar as informações, o Instagram oficial da girlband foi reativado horas após a publicação do The Sun.

Polêmicas

A banda já foi alvo de diversas polêmicas. Na última delas, a cantora Kaya Jones, ex-integrante do grupo, usou as redes sociais para denunciar abusos sexuais na indústria musical norte-americana. Jones publicou que as integrantes da banda eram obrigadas a dormir com executivos para conquistarem espaço, e que a girlband era, na verdade, uma “rede de prostituição”. A cantora participou do grupo entre 2003 e 2005, período em que a Pussycat Dolls chegou a ter nove integrantes. Na ocasião, Nicole, a mais famosa entre as integrantes, não se pronunciou sobre o ocorrido.

Relembre alguns hits do grupo: