Últimas Notícias > Notícias > Brasil > As propostas de reforma tributária que tramitam na Câmara e no Senado colocaram em campos opostos a indústria e os demais setores

Presa mulher que participou do roubo de um helicóptero de uma empresa de táxi aéreo de Canela

Mulher foi presa em Alvorada (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta segunda-feira (08) uma mulher de 27 anos envolvida no roubo de um helicóptero de uma empresa de táxi aéreo de Canela, na Serra Gaúcha, no dia 8 de abril. A prisão ocorreu em Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Com a criminosa, foram encontrados diversos documentos de pessoas e veículos roubados e furtados. “A mulher presa hoje é suspeita de ligação com o grupo e em sua residência os policiais encontraram documentos de identidade, CNH e de veículos, mostrando o envolvimento ainda maior em crimes”, relatou o delegado João Paulo de Abreu.

De acordo com o delegado Joel Wagner, a mulher presa na ação possui relação direta com o fato, pois estava presente no sítio em Triunfo onde a aeronave foi roubada, passando-se por uma prima do contratante dos serviços da Tri Taxi Aéreo.

“Afora essas duas pessoas, as equipes identificaram a participação de um homem de 24 anos de idade, suspeito de fornecer armas para o grupo para realizar a ação do roubo do helicóptero”, contou Wagner. A ação policial faz parte da Operação Ranger.

Relembre o roubo

No dia 8 de abril, por volta das 11h, em Canela, um homem, apresentando-se pelo prenome de Willian, contratou os serviços de uma empresa de táxi aéreo. Após decolar, o helicóptero seguiu para Triunfo, onde pousou em um sítio estabelecido no contrato. Lá, a aeronave foi recepcionada por uma mulher.

Em seguida, com emprego de arma de fogo, o piloto foi feito refém e mantido em cárcere pelos criminosos. A aeronave, que foi recuperada mais tarde, seria usada para resgatar presidiários.

Deixe seu comentário: