Últimas Notícias > Colunistas > Militares & Witzel

Preso o quarto suspeito de ataque a carro-forte na Serra Gaúcha

Brigada Militar faz buscas na região. (Foto: Divulgação)

A BM (Brigada Militar) prendeu na madrugada deste domingo (11) mais um suspeito de integrar o bando que atacou um carro-forte na BR-470, entre Bento Gonçalves e Veranópolis, na Serra Gaúcha, na última terça-feira (06).

O homem, de 46 anos, foi encontrado em uma casa abandonada às margens da RS-444, no município de Santa Tereza. Este é o quarto preso pela polícia, que segue as buscas ao bando. O cerco já dura cinco dias. Ainda na terça-feira, a Brigada Militar, com apoio da Polícia Civil e da Polícia Rodoviária Federal, prendeu três integrantes da quadrilha em Monte Belo do Sul.

Segundo a BM, o homem preso na madrugada deste domingo estava bastante debilitado e desarmado. Ele afirmou que perdeu a arma que portava durante confronto com policiais, provavelmente um fuzil calibre 762 apreendido na tarde de sábado (10).

O homem estava foragido do sistema prisional desde o dia 9 de fevereiro, pois não retornou após uma saída temporária. Ele possui antecedentes por roubo, homicídio e tráfico. Participaram da prisão, os policiais militares do 3º BPAT de Bento Gonçalves e do 1º BOE de Porto Alegre.

O crime

Segundo informações da PRF (Polícia Rodoviária Federal), os assaltantes bloquearam a rodovia utilizando diversos carros, inclusive um que fora adaptado e blindado, com uma metralhadora calibre .50, de uso exclusivo das forças armadas. Após atirarem contra o carro-forte, conseguiram roubar diversos sacos com dinheiro e fugiram.

As forças de segurança começaram buscas na região e, próximo do município de Monte Belo do Sul, dois homens foram presos após reagir à prisão atirando contra os policiais. Um dos assaltantes foi baleado na perna. Um terceiro fez uma mulher de refém em um restaurante que fica às margens de uma estada rural. Após o cerco policial e negociações, a vítima foi libertada sem ferimentos.

Conforme a PRF, “foi recuperada uma grande quantidade de dinheiro, além de duas espingardas calibres .12, um fuzil .762, um fuzil .556 e uma metralhadora .50, coletes à prova de tiros, rádios comunicadores e explosivos”. À tarde, a BR-470 foi totalmente bloqueada no quilômetro 198 e só foi liberada após cerca de duas horas depois, com a conclusão da perícia e a remoção dos veículos envolvidos no assalto. O chefe da delegacia da PRF em Bento Gonçalves, Lucas Martins, salientou “a importância da pronta reação das forças de segurança e a integração de ações, que garantiram o sucesso da operação”.

Blindado foi atacado e teve partes perfuradas por tiros de arma de grosso calibre. (Foto: PRF/Divulgação)

Deixe seu comentário: