Últimas Notícias > Notícias > Política > Rede de academias já conta oito clientes presos na Operação Lava-Jato

Produção industrial no país registrou recuo de 0,2% no mês de maio

(Foto: Agência Brasil)

Dados divulgados nesta sexta-feira (12), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indicam que a produção industrial no país recuou, na passagem do mês de abril para maio deste ano, cerca de 0,2%. A Pesquisa Industrial Mensal foi realizada em 15 locais, oito destes mostraram baixa, sendo o estado do Espírito Santo com a maior queda: cerca de -2,2%.

Além deste, outros estados também registraram queda em suas produções, como o Rio Grande do Sul (-1,4%), Santa Catarina (-1,3%), Minas Gerais (-1%), Ceará (-0,9%), Mato Grosso (-0,7%) e Pernambuco (-0,6%). A Região Nordeste, que tem a produção industrial de seus nove estados calculada em conjunto, recuou 0,9%.

Sete estados tiveram aumento na taxa, com destaque para o Pará, que teve uma alta recorde de 59,1%, devido à retomada do setor extrativo mineral no estado. Outros locais com alta foram o Rio de Janeiro (8,8%), Goiás (1,6%), o Amazonas (1,2%), a Bahia (1,1%), o Paraná (0,7%) e São Paulo (0,1%).

Outras comparações:

Quando comparado com o mesmo período no ano anterior a região sul se destacou. Os estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina tiveram alta acima dos 15%, ficando o Paraná com a melhor colocação, cerca de 27%.

No acumulado do ano, oito locais tiveram alta, com destaque, novamente, para os três estados do Sul: Paraná (10,4%), Rio Grande do Sul (8,8%) e Santa Catarina (6,1%). Sete locais tiveram queda, a maior delas no Espírito Santo (-11,8%).

No acumulado de 12 meses, oito locais pesquisados tiveram altas, com destaque, mais uma vez para Rio Grande do Sul (9,2%), Paraná (6,3%) e Santa Catarina (5%). Dos sete locais em queda, o maior recuo foi observado no Espírito Santo (-4,1%).