Últimas Notícias > Colunistas > TRF, Lula e Moro

Quase 1 milhão de brasileiros aguardam na fila de cirurgias do SUS

Presidente do Conselho Federal de Medicina, Carlos Vital divulgou dados. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Pela primeira vez nos últimos anos, surge um dado real sobre a fila de cirurgias pelo Sistema Único de Saúde, o SUS, no Brasil. Um levantamento enviado à coluna indica que o número de cirurgias eletivas — consideradas não urgentes — no Sistema Único de Saúde chegou a aproximadamente 904 mil procedimentos no País. Os dados foram divulgados pelo CFM (Conselho Federal de Medicina). Cirurgias de catarata, hérnia, vesícula e varizes estão entre as mais demandadas pela população que depende da rede pública. A espera pode chegar a mais de dez anos. O CFM informa que os dados são resultado da soma das informações repassadas por secretarias de Saúde de 16 Estados e dez capitais, onde, respectivamente, constam pedidos de 801 mil e 103 mil procedimentos cirúrgicos. O número real é bem maior, já que os dados do Rio de Janeiro não estão contabilizados no relatório. O presidente da autarquia, Carlos Vital, informou que foram solicitadas informações a todos os Estados e capitais mas nem todos responderam.

Projeto obriga Curso Superior pra CCs

De autoria do deputado Irajá de Abreu (PSD-TO),a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara vota hoje uma proposta de emenda constitucional que obriga indicados para cargos de confiança no Executivo a terem, pelo menos, o nível superior completo. O projeto, que impõe a restrição restrição às vagas de direção, chefia ou assessoramento, justamente aquelas com maiores salários, tem parecer favorável do deputado Thiago Peixoto (PSD-GO),

Prefeituras podem ganhar mais R$ 3 bilhões

Caso o governo consiga aprovar a reforma da Previdência, haverá folga no Orçamento para liberar mais R$ 3 bilhões a municípios em 2018. A estratégia é pressionar os prefeitos a influenciarem deputados na Câmara para que eles votem em favor das mudanças nas regras de aposentadoria. O governo definiu que metade desse montante deverá ser aplicado na saúde e o restante em projetos apresentados pelos prefeitos.

Dia de reunião sobre a dívida com a União

Representantes da Advocacia-Geral da União e do governo gaúcho têm encontro nesta terça-feira na câmara de conciliação, que discute divergências sobre o regime de recuperação fiscal.

Impeachment de Gilmar Mendes

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, admitiu ontem que deve se manifestar “em breve” no pedido de impedimento do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal . Em 28 de setembro, ela pediu à Corte o acesso aos autos do pedido de impedimento de Gilmar oferecido por seu antecessor, o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot.

Temer não vem ao RS

Diante da possibilidade de fechar esta semana o apoio necessário para votar ainda este ano a reforma da Previdência, o presidente Michel Temer suspendeu a agenda que teria no Rio Grande do Sul na próxima quinta-feira.

Deixe seu comentário: