Últimas Notícias > Notícias > Brasil > “Reforma administrativa vai demorar um pouquinho mais ainda”, afirma Bolsonaro

Quatro pessoas são denunciadas no caso de mortes em escola de Suzano

O caso aconteceu em março deste ano, em Suzano-SP. (Foto: Rovena Rosa/ Divulgação Agência Brasil)

O Ministério Público de São Paulo denunciou quatro pessoas por participação no massacre ocorrido na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano (SP), em março deste ano. O promotor de Justiça Rafael Ribeiro do Val, que fez a denúncia, disse que todos eles tiveram participação na venda de armas e munições para os dois atiradores.

Um dos acusados teria negociado a venda de munições diretamente aos dois atiradores, como também intermediou a compra da arma de fogo utilizada nos crimes. Um outro denunciado seria o responsável pela venda da arma de fogo com numeração parcialmente suprimida. Os demais teriam vendido munições.

O promotor solicitou a prisão preventiva das quatro pessoas. Caso a denúncia seja aceita, os quatro vão responder por tentativas de homicídio e homicídios consumados.