Últimas Notícias > Colunistas > Mala$ do João

Reforço no atendimento a pacientes de câncer em Porto Alegre: o Hospital Moinhos de Vento ampliou os serviços de seu centro de oncologia

Instituição apresentou novo equipamento de radioterapia e radiocirurgia. (Foto: Divulgação/HMV)

Passados três anos desde a inauguração do Centro de Oncologia Lydia Wong Ling (um dos mais modernos da América Latina), o HMV (Hospital Moinhos de Vento), em Porto Alegre, deu um novo passo nessa especialidade médica. O destaque fica por conta da ampliação dos serviços relacionados ao tratamento contra o câncer.

As inovações e resultados foram apresentados na noite dessa terça-feira, em um evento no anfiteatro da instituição da rua Ramiro Barcelos. Especialistas detalharam o trabalho desenvolvido desde 2016, enfatizando aspectos como o impacto nas taxas de sobrevida dos pacientes. Além disso, um debate com com o médico Samir Abdallah Hanna, doutor pela USP (Universidade São Paulo) e radio-oncologista do Hospital Sírio-Libanês.

A programação também foi marcada pela inauguração de um novo equipamento “TrueBeam”, utilizado em técnicas de radioterapia e radiocirurgia. De acordo com a direção do Moinhos de Vento, a novidade oferece maior precisão para o tratamento de tumores, com um rigor milimétrico, reduzindo danos aos tecidos sadios do entorno. O investimento total foi de R$ 8 milhões, incluindo a adequação de infraestrutura.

“Presente nos maiores centros de oncologia do mundo, essa tecnologia faz parte do HMV desde 2016, trazendo importantes resultados no combate ao câncer”, enalteceu o superintendente médico da instituição, Luis Antônio Nasi. “Fomos pioneiros no Sul do Brasil na incorporação desse sistema ao tratamento oncológico, ampliando o atendimento aos pacientes, que contam com maior segurança, rapidez e conforto, além de um ganho terapêutico significativo. Avançaremos ainda mais”.

Outro diferencial do “TrueBeam” é um acessório conhecido como “Calypso”. Acoplado ao equipamento, permite acompanhar em tempo real a movimentação do órgão que será tratado, mais ou menos como se fosse um sistema de localização do tipo GPS. “A tecnologia, trazida de forma inédita ao País pelo Moinhos de Vento, é utilizada pelos principais hospitais oncológicos dos Estados Unidos”, acrescentou o Hospital.

Estrutura

Em um modelo de assistência com o cuidado centrado no paciente, o Centro de Oncologia Lydia Wong Ling reúne, no mesmo local, especialistas de todas as áreas que atuam contra o câncer: clínicos, cirurgiões, oncologistas, radio-oncologistas, enfermeiros, nutricionistas, entre outros profissionais. O projeto foi concebido em parceira com a Johns Hopkins Medicine International, instituição norte-americana à qual o Hospital Moinhos é afiliado desde 2013.

O atendimento do Centro oferece ainda o conceito de “Nurse Navigator”: uma tutoria que acompanha o paciente em todas as fases da doença, contando com uma equipe multidisciplinar. Uma atuação reconhecida internacionalmente, com a publicação de estudo do Hospital no Clinical Journal of Oncology Nursing. Além disso, os resultados obtidos mostraram uma redução de 24 para 14 dias entre o diagnóstico da doença e o início do tratamento.

“Oferecemos à sociedade o que há de mais moderno no combate ao câncer, não apenas em tecnologia, mas em conhecimento e cuidado. Com as novidades que estamos apresentando, reforçamos ainda mais nossa missão de unir excelência médica e assistência humanizada para cuidar de vidas”, afirma o superintendente executivo do HMV, Mohamed Parrini.

(Marcello Campos)