Home > Notícias > Brasil > Começam as inscrições para o Prêmio Petrobras de Jornalismo

Reforma Frankenstein

(Foto: Reprodução)

O texto da reforma da Previdência chegará um à Câmara e pode sair um Frankenstein, tamanha a quantidade de emendas de variadas classes trabalhistas, as quais pressionam os deputados que defendem suas causas. Só para dois exemplos, os policiais não querem perder a aposentadoria especial 5 anos mais cedo que o restante dos brasileiros.

E o deputado Lincoln Portela (PR-MG) apresentou emenda para excluir procuradores e magistrados da reforma. Alega que a proposta deveria ser amplamente debatida, e diz que assinou outras emendas para diferentes categorias contra a reforma.

Tratorou

Portela argumenta que o governo deveria fazer incansáveis debates sobre receita, desvinculação das receitas da seguridade etc antes de votar como um trator a proposta.

Nada pessoal

A Associação Nacional dos Procuradores dos Estados e do DF atua contra o projeto. Mas espera Temer na abertura de seu 43 Congresso Nacional em setembro em SP.

Detalhe

O presidente Michel Temer é procurador aposentado de São Paulo e paga em dia a anuidade com a Anape.

Renan eduardiou

Ex-presidente do Senado e líder do partido, Renan Calheiros (AL) virou um problema para o presidente Michel Temer. Ou, nas palavras dos palacianos, “Eduardiou” – numa alusão à fúria do então deputado que se voltou contra o governo como se este tivesse culpa por suas agruras. Pois Renan tem se sentido abandonado pelos aliados.

Bombeiro desvalido

O tiroteio de Renan contra o presidente Temer passou a incomodar o governo. O presidente do Senado, Eunício Oliveira (CE), tenta atuar como bombeiro e interlocutor, em vão. Renan está tenso com sua situação na Lava-Jato e agora com a revelação de que o filho homônimo, governador de Alagoas, entrou na roda.

Te cuida, PSL

A primeira potencial baixa do PSL – que levantou novas bandeiras e desagradou a parte dos filiados – pode ser o deputado federal Alfredo Kaefer (PR). Ele estuda sair após o partido passar a defender a pena de morte, aborto, eutanásia e legalização da maconha.

Nova defesa

Sérgio Cabral e a esposa Adriana Anselmo, presos em Bangu, contrataram o escritório Fragoso Advogados, do Rio de Janeiro, especialista na área criminal.

Energia extra

Deve ter uma base alien submersa no lago de Itaipu. Isso explica a binacional patrocinar o XVIII Congresso Brasileiro de Ufologia que começa hoje com o tema “Infiltrados”.

Malhete na mão

Após análise do vultuoso processo, até sexta que vem o ministro do STF Edson Fachin deve bater o malhete sobre a quebra de sigilo também recomendada pelo PGR Rodrigo Janot. A tendência é de que o relator da Lava-Jato acolha o pedido do chefe do MP.

Calma, excelência

O vice-presidente do Senado, Cássio Cunha (PSDB-PB), é de poucas palavras sobre a possível anistia ao caixa 2 de campanhas: “Não tenho informação e não existe fechamento de questão (do PSDB) sobre algo que não existe”.

Mariana em livro

Em meio à polêmica de novo vazamento da Vale, Epaminondas Bittencourt lança o livro “A Tragédia de Mariana” Chiado Editora, no qual passeia pela história da mineração no Estado até os dias atuais, com foco no ‘narcisismo’ da extração em detrimento da responsabilidade social. E deu no que deu.

Nem brincando

Campanha com imagens na intranet do Senado deixou o senador Magno Malta (PR-ES) revoltado, e vai cobrar satisfações. É que diz que meninos podem brincar de boneca.

Ponto Final

“Nós temos que avaliar os danos e procurar evitar que o Brasil seja ainda mais jogado no ridículo, na vergonha, em razão dos financiamentos do BNDES no exterior.” Do senador Lasier Martins (PSD-RS), ao defender a rápida votação de projeto de sua autoria que acaba com o sigilo em financiamentos do BNDES.

Comentários

Notícias Relacionadas: