Home > Notícias > Brasil > A Operação Lava-Jato vê “intrincadas relações” entre o ministro do Supremo Gilmar e o Rei do Ônibus

Relógios de luxo da Fifa foram furtados antes do evento que premiou os melhores de 2016

Cada item personalizado está avaliado em cerca de 300 mil reais. (Foto: Reprodução)

A Fifa relatou à polícia da Suíça o furto de pelo menos seis relógios de luxo personalizados da marca Hublot que seriam entregues aos melhores atletas e técnicos de 2016 no futebol.

Os artigos, avaliados em 90 mil euros cada (cerca de 300 mil reais), teriam sumido antes da cerimônia de gala, realizada em Zurique na tarde de segunda-feira e que elegeu o português Cristiano Ronaldo (Real Madrid) como jogador do ano.

Devido ao incidente, a Fifa presenteou os vencedores com um modelo diferente de relógio, mas fez a ressalva de que os homenageados receberão os relógios previstos originalmente.

Comentários